Mentor Wlado Teixeira explica a importância da mentoria para startups

“O mentor, se engajado e generoso, pode ser utilíssimo para o empreendedor, pois pode passar conhecimento e autoconfiança”

Provocar questionamentos, contribuir com novas perspectivas e expertise, é o papel do mentor InovAtiva. De acordo com dados da ABRAII (Associação Brasileira de Aceleradoras de Inovação e Investimento), empresas que são acompanhadas por aceleração e mentorias apresentam 17,2% de crescimento maior que startups sem auxílio. Ao atuar como agente de qualificação na vida das startups, os mentores podem dividir experiências para que os novos empreendedores não cometam os mesmos erros vivenciados por eles no passado. Esse é o caso do mentor Wlado Teixeira, Diretor do First National Bank of Chicago no Brasil, que dedica seu tempo para auxiliar empresas em early stage, momento decisivo na orientação da startup.

Teixeira comenta as principais dificuldades que as empresas apresentam, entre elas a falta de recursos, falta de conhecimento do mercado, pouca familiaridade com finanças, deficiência no conhecimento de tecnologia e outros. “O mentor, se engajado e generoso, pode ser utilíssimo para o empreendedor, pois pode passar conhecimento e autoconfiança para o startapeiro”, comenta e pondera que é crucial o aperfeiçoamento do produto e ter pelo menos um sócio para dividir as obrigações e testar exaustivamente o modelo de negócio. “Faça vários projetos pilotos, mesmo que seja sem cobrar, para ir aperfeiçoar o produto. O novo empreendedor não pode começar gastando dinheiro com marketing e vendas, antes de ter o produto bem elaborado e é isso que orientamos aos mais jovens no mercado’’.

Algumas qualidades devem ser observadas para o sucesso do negócio. Uma parte importante é que os empreendedores criem times coesos e multidisciplinares, além de munir-se do auxílio da mentoria. como apresenta o mentor. “Mais planejamento e menos decisões abruptas e impensadas. A startup deve utilizar constantemente bons mentores nas várias áreas da empresa”, pondera.

Experiente no mercado, Wlado tem a oferecer interesse, engajamento, honestidade de propósitos e boa orientação na área da mentoria. “Tive vários mentores em várias fases da minha vida profissional. Fui empreendedor e me vali de alguns bons mentores no desenvolvimento da minha startup e devo muito a eles o sucesso que tive na minha empresa. Nada mais justo do que eu oferecer o que aprendi ao longo dos anos’’.

O startupeiro que aproveita bem as mentorias oferecidas pela Programa InovAtiva, aperfeiçoa o produto e utiliza tudo o que aprende na prática, aplicando ao seu negócio. Para ele, de um modo geral, as empresas que ingressam na aceleração, precisam ser lapidadas para o contato final com os investidores, que é o que elas procuram para se estabelecerem como empresas.

*Wlado Teixeira é empreendedor, investidor anjo e membro do Conselho em 6 startups, Mentor StartupFarm e Inovativa Brasil; Membro do Comitê de Avaliação de Startups da GV Angels; Membro do Comitê de Mentoria da Anjos do Brasil.

Imagem: Foto feita na mentoria da Startup Juros Baixos com mentor Wlado Teixeira
Compartilhar