InovAtiva reúne startups e mentores em 14 cidades brasileiras

Evento contou com mentoria online e presencial, workshops e muita discussão sobre como fazer negócios na atualidade

O InovAtiva Brasil chega ao 5º ano mostrando o que o tornou o maior programa de aceleração de startups do país. No ciclo 2017.2, o programa reuniu startups em 14 capitais do país e realizou o Bootcamp Regional simultaneamente ao Sebrae Startup Day. Foram mais de 300 empreendedores trocando experiências e se preparando para a segunda etapa do ciclo, que vai prepara-los para as conexões com possíveis investidores.

“Participar do InovAtiva está fazendo a diferença”, afirma o empreendedor e psiquiatra Alexandre Valverde que está desenvolvendo uma plataforma para promover a saúde mental, junto de Jefferson Costa Nyilas e Tancrede. O Synappse Assist conta com um aplicativo para anotações diárias sobre alterações comportamentais e oferece acesso a uma rede de especialistas em saúde e bem-estar, com o objetivo de garantir uma atenção individualizada aos pacientes que sofrem com doenças que afetam o psicológico. “Nós conseguimos amadurecer o projeto inicial”, continua Alexandre. “Antes, não havíamos definido como fazer o modelo de negócios, mas agora está bem claro.” O trio de empreendedores também conseguiu, com as mentorias, encontrar de forma mais precisa o meio de entrada no mercado.

Parte igualmente essencial do programa, a equipe de 700 mentores garante que as startups expandam suas possibilidades de sucesso. O francês Adrien Bayle é integrante assíduo desse time, tendo participado da InovAtiva desde sua primeira edição em 2013. Ao longo dos anos, ele estima que orientou aproximadamente 80 startups. “O programa é muito profissional. Está crescendo, e fica cada vez melhor”, elogia. “Encontraram o jeito certo de fazer”. O mentor também destaca que a pulverização geográfica é um grande diferencial, oferecendo chances a startupeiros que não estão nas grandes cidades, onde pode-se encontrar oportunidades com maior facilidade.

Partilha dessa perspectiva Marcos Vinicius de Souza, secretário de Inovação e Novos Negócios do MDIC (Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços). “Uma das coisas que nós mais valorizamos e fazemos questão de fortalecer no programa é essa abrangência nacional, é o fato de ele estar acessível a empresas de qualquer lugar”, explica. Marcos destaca que a parceria com o Sebrae, co-realizador do InovAtiva desde 2016, foi uma grande oportunidade para ampliar a escala do programa. Além de ajudar na captação de boas startups para preencher duas edições todo ano, o Serviço garantiu a estrutura e a logística para expandir a iniciativa aos 14 estados que a receberam nessa edição mais recente. “Esse evento cumpre o papel de ser um momento presencial, para que não fique tudo online e o empreendedor possa ver o negócio acontecer”, conta Marcos. “Isso dá um gás muito grande para a empresa, nós ouvimos isso bastante.”

Já o gerente adjunto da unidade de acesso a inovação, tecnologia e sustentabilidade do Sebrae, Marcus Vinicius Bezerra, comenta como o InovAtiva Brasil e o Startup Day, juntos, podem trazer grandes benefícios para os novos empreendedores. “O Startup Day tem um conteúdo mais amplo para quem está começando. O InovAtiva é mais exclusivo e foca no desenvolvimento de uma startup. Juntos eles potencializam as relações das empresas com o mercado e possibilitam a criação de uma network mais forte”, destaca.

Leandro Carioni, Diretor Executivo na Fundação CERTI, que executa o programa, defende que esses encontros presenciais e as facilidades virtuais podem andar de mãos dadas para o máximo aproveitamento. “Não dá para fazer tudo presencial, porque o custo é inviável, mas não dá para fazer tudo online, porque fica muito distante. Acreditamos que é fundamental para o desenvolvimento da startup que os empreendedores falem com várias pessoas”, continua Carioni. “É através dessas outras pessoas que eles vão pegar outras experiências e outros conhecimentos, agregando também mais orientações, mais sugestões, mais questionamentos.”

Graças a essa proposta, o alcance e a diversificação do InovAtiva se torna um de seus maiores trunfos. Salas de computadores permitem que as mentorias alcancem startupeiros de diferentes regiões, enquanto o encontro presencial de dezenas de empreendedores e mentores garante uma troca de ideias vantajosa a todos os presentes.

Além das sessões de mentoria presencial e online nos períodos matutino e vespertino, o programa, em parceria com o Sebrae Startup Day, garantiu diversas palestras, oficinas e workshops nas capitais em que aconteceu. As atividades foram voltadas para o marketing digital e para vendas. Firmando seu papel no ecossistema de startups no país todo, o InovAtiva Brasil oferece uma plataforma para estimular a troca de conhecimentos, enriquecendo o diálogo sobre como fazer negócios e abrindo portas para futuras histórias de sucesso do empreendedorismo. Agora, das 246 startups participantes da primeira etapa, 125 serão escolhidas para a etapa final, que vai prepará-los para conexão com os investidores em São Paulo, no final de novembro.

Veja como foi o evento na nossa Fanpage

Compartilhar