Case InovAtiva: AdTools ajuda e-commerces a ganhar destaque na Internet

Uma plataforma que une otimização e automação para melhorar o resultado de e-commerces em ferramentas de busca, a startup AdTools vem ganhando destaque no setor de compras e vendas online. Finalista do programa InovAtiva Brasil no ciclo 2016.1, a empresa proporciona aos usuários formas de visibilidade nas principais plataformas, aumentando o número de clientes, vendas e – como resultado – o lucro dos usuários.

Além de melhorar o rankeamento dos e-commerces nos sites de busca, a AdTools possui um série mecanismos e relatórios para proteger os sistemas de fraudes cibernéticas. Para se ter uma ideia, estima-se que quase metade do tráfego da internet seja de robôs, os chamados bots, que podem distorcer os números a respeito da audiência de e-commerces e sites pequenos.

Para chegar ao patamar em que se encontra hoje, a startup participou de alguns programas de aceleração. “Passamos por um processo de aprimoramento e conhecimento de mercado. O primeiro foi o StartupRS, do Sebrae, que nos profissionalizou. Foi lá que ouvimos falar do InovAtiva Brasil. Nos inscrevemos, fomos selecionados e ficamos entre os finalistas”, comenta Victor Oliveira, CEO da AdTools.

A participação no programa proporcionou à startup cursos e mentorias específicas que ajudaram na formação de uma nova visão de mercado. “Estávamos passando por um momento crítico e não sabíamos como negociar e nem como interagir com investidores. Tivemos a oportunidade de apresentar nosso projeto a potenciais parceiros, trazendo uma visibilidade maior para a empresa. As mentorias foram primordiais para melhorar nossa forma de interagir com os diferentes stakeholders. O programa foi uma peça chave no amadurecimento de todas essas questões sobre as quais tínhamos dúvidas”, explica Victor.

Depois de passar pelos programas de aceleração e firmar novas parcerias de negócios, a AdTools passou a ver o mercado do empreendedorismo com outros olhos. Um dos resultados do crescimento que mais chamou a atenção foi a quantidade de clientes que a empresa atende atualmente. No início, eram apenas três. Agora, já passam dos 60.

Victor comemora a atual fase da empresa e algumas conquistas. “Atualmente, a Adtools está incubada no Tecnosinos da Universidade do Vale do Sinos (Unisinos). Como a empresa está se expandindo, iremos contratar alguns funcionários. Também estamos organizando um evento para e-commerces em Porto Alegre, juntamente com o Buscapé e o Sebrae-RS. É tudo muito recente, mas estamos bem felizes”, finaliza.

Para conhecer um pouco mais a AdTools, acesse:

Site: www.adtools.com.br

Fanpage: www.facebook.com/adtools.com.br

Blog: blog.adtools.com.br

Destaque Demoday InovAtiva: startup goiana EasyCrédito facilita empréstimos e financiamentos

Engajada em conectar pessoas que buscam crédito a empresas que podem fornecê-lo, a empresa goiana EasyCrédito vem se destacando no setor de finanças. A plataforma de serviços da startup foca em pessoas que têm pouca familiaridade com o setor bancário, mas que gostariam de ter cartões, empréstimos e financiamentos para seus projetos pessoais. Os pedidos e análise são feitos de forma virtual, o que reduz custos e agiliza o processo, tudo de forma segura. “Os usuários da plataforma descartam toda a burocracia e o constrangimento no ato da busca por crédito. Saem de casa já sabendo a loja ou financeira em que foram aprovados”, ressalta Marcos Ramos, CEO da EasyCrédito.

A startup foi finalista do InovAtiva Brasil no primeiro ciclo de aceleração deste ano e se consagrou entre os 12 destaques do Demoday, contemplados pelo FB Start – o programa de aceleração do Facebook. Para Marcos, a participação no InovAtiva superou todas as expectativas. “Ficamos sabendo do programa por outros colegas de startups e logo nos inscrevemos. Os cursos e mentorias foram valiosos para o aperfeiçoamento da empresa, além da conexão com outras startups e investidores. Não tenho dúvidas de que é o maior programa de aceleração do país”, afirma.

A empresa vem apresentando bons resultados este ano: o número de usuários cresce 50% ao mês e o faturamento mensal teve um aumento de 40%. Atualmente, 30 empresas oferecem crédito na plataforma e mais de 3 milhões de operações já foram realizadas.

Uma grande novidade sobre a startup goiana é que recentemente a empresa se mudou para São Paulo e está acessando novos mercados. “Agora, com tantas oportunidades à vista, decidimos mudar a empresa para a capital paulista e ficar mais próximos do polo em que nosso setor está mais aquecido. Podemos garantir que, em breve, teremos várias novidades, com a certeza de que onde quer que EasyCrédito possa chegar, o programa InovAtiva vai fazer parte da nossa história”, finaliza o CEO.

Saiba mais sobre a EasyCrédito em: www.easycredito.me

Case InovAtiva: Soluz Energia se destaca na área da sustentabilidade

Na procura de incentivar práticas sustentáveis para a população com uma tecnologia capaz de gerar eletricidade e aquecer a água através de painéis fotovoltaicos, a participante do segundo ciclo de aceleração do InovAtiva Brasil 2016, Soluz Energia mostra que veio para consolidar o mercado sustentável. O fruto de tanto trabalho proporcionou alguns títulos importantes a empresa que foi reconhecida como umas das melhores empresas de energia para investimento do programa 100 Open Startups. Recentemente a Soluz foi eleita uma das 15 melhores Startups no setor de energia do Brasil, Espanha e Portugal pela empresa portuguesa EDP e estão em Lisboa participando da Fábrica de Startups.

Fundada em 2014 por Loïc Tachon, a empresa nasceu através da percepção de que os módulos fotovoltaicos, energia do futuro, poderiam ajudar as pessoas economizarem e utilizarem métodos sustentáveis em seu cotidiano. Os painéis solares possibilitam gerar energia para uso através dos raios solares e de um sistema feito para resfriar as células aquecendo água para o consumo. Após ser nomeada a segunda melhor empresa de energia para se investir no programa 100 Open Startups, a Soluz Energia chamou a atenção de grandes grupos na área da energia.  “Ficamos muito felizes com o apoio que temos recebido. Esse ano fomos premiados entre as 5 melhores Startups no setor de energia do Brasil pela empresa francesa ENGIE, que é uma das maiores empresas no setor de energia do mundo’’, comemora Tachon.

Outra novidade é que a empresa foi classificada entre as 15 melhores Startups no setor de energia do Brasil, Espanha e Portugal pela empresa portuguesa EDP, líder no setor de energia. ‘‘Estamos em Lisboa participando de um programa de aceleração de 4 semanas na Fábrica de Startups e está sendo uma experiência incrível”, reforça o CEO.

A Soluz Energia atualmente participa do ciclo de aceleração 2016.2 do programa InovAtiva Brasil e Loïc revela que nessa aceleração, a empresa tem a oportunidade de ter acesso a capacitação de alto nível, mentores de referência no mercado e pela visibilidade do programa. “O InovAtiva tem sido importantíssimo para aperfeiçoar o modelo de negócio da empresa. Através dos cursos e das atividades conseguimos avaliar algumas hipóteses que tínhamos sobre o negócio e com isso, antecipar possíveis erros e aumentar as chances de sucesso. O grande destaque do programa para nós tem sido a mentoria. Estamos tendo acesso a mentores de altíssima qualificação e experiência”.

Recentemente a Soluz Energia recebeu o Prêmio Odebrecht de Sustentabilidade como o melhor projeto do Brasil na área de sustentabilidade entre mais de 250 inscritos. A cerimônia aconteceu no Museu do Amanhã e contou com a presença de executivos, políticos e investidores. “É uma satisfação muito grande ter sido reconhecido como o melhor projeto de sustentabilidade do Brasil perante outros projetos brilhantes. Esse reconhecimento reforça que estamos indo no caminho certo e que a nossa tecnologia tem um impacto muito grande para a melhora da qualidade de vida das pessoas e para a preservação do meio ambiente” finaliza Loïc Tachon.

Case InovAtiva: SaleSIM – A plataforma que avalia desempenho dos funcionários e acelera vendas

Preocupados com o posicionamento no mercado e com o estímulo e desempenho dos funcionários, empresas brasileiras têm adequado seus trabalhos para não perderem espaço. E para ajudar nesse processo fortalecendo a gestão empreendedora e incentivando os funcionários, o Brasil conta hoje com a startup SaleSIM, uma plataforma capaz de avaliar o desempenho dos funcionários e acelerar a força das vendas no intuito de aumentar a produtividade. Eleita uma das startups mais inovadoras do InovAtiva Brasil em 2013, a empresa se reinventou no mercado e pretende aumentar o número de clientes para mil até o final de 2017.

Para Macário Moraes, CEO da SaleSIM, a startup começou pois a equipe queria resolver a dificuldade que as empresas tinham para saber se o treinamento de vendas era efetivo ou não no setor automotivo.  ‘‘Após estudos, montamos um simulador capaz de comparar o andamento dos funcionários de forma virtual e pessoal e foi dando certo’’, comenta e continua, ‘‘Em 2013 fomos selecionados pelo programa InovAtiva Brasil e foi um divisor de águas. Participar das mentorias, oficinas e cursos me fez enxergar um horizonte de possibilidades que estavam a meu alcance, que eu não conheceria sem participar da aceleração’’.

Mas, a empresa que havia iniciado sua proposta de trabalho voltada para grandes empresas mudou a estratégia e hoje mantém o trabalho direcionado para atender médias, micro e pequenas. ‘‘Através do feedback que tivemos dos mentores, percebi que o setor automotivo estava entrando em uma crise profunda e meus esforços estavam entrando em uma crise nacional’’, lembra Macário.

Segundo o CEO, as empresas estavam cortando os investimentos em treinamentos e ele decidiu que, ao invés de correr o risco e abrir canais de vendas complexos para empresas de grande porte, deveria seguir um caminho mais simples e oferecer recursos para um maior público. ‘‘Em maio de 2015, a empresa direcionou os recursos para uma nova linha. Na prospecção anterior, um projeto valia cerca de 100 mil reais, mas levava cerca de seis meses até a venda completa. Hoje ele varia entre 300 e 500 reais, mas conseguimos fechar a venda em até 15 dias’’, pondera.

Atualmente o serviço é dividido em três categorias diferentes para o que melhor se adequa a situação de cada empresa. SaleMonitor, destinado aos que querem engajar a equipe com atividades diárias e avisos. SalePodio, para os que querem traçar metas e precisam calcular os indicadores de forma competitiva, descontraída e motivacional e o SaleSimulator, um treinamento à distância que se parece com um presencial.

‘‘Trabalhamos com um aplicativo que vem acompanhado de uma metodologia na gestão de vendas. Durante os contratos, o gestor é orientado a criar práticas e rotinas que tornam o trabalho das equipes mais eficiente. O conceito que trazemos mescla tecnologia e metodologia para que, no momento de crise ou não, os funcionários trabalhem de maneira menos desgastante e mais motivados’’, comenta Macário.

A empresa está em processo de reuniões com investidores e atualmente contam com 45 empresas clientes com quase 300 usuários e uma meta de aumentar o número para 100 até o final do ano. ‘‘Mas a gente não quer parar com esse número. Pelos índices que temos hoje e com a demanda do mercado, é possível que até o fim de 2017, esse número passe para mil. Estamos trabalhando para isso’’, finaliza.

Destaque Demoday InovAtiva: Nama conecta empresas a clientes com inteligência artificial

Facilitar a comunicação entre fornecedor e cliente através de uma plataforma robotizada disponível 24 horas por dia e que realmente funciona. Esse é o desafio abraçado pela startup Nama e que têm mostrado ser um empreendimento de sucesso. Prova disso é que na última edição do Demoday InovAtiva, realizada em agosto deste ano, a Nama foi apontada pelos investidores e executivos convidados como uma das 12 melhores startups entre as 115 participantes.

A empresa foi fundada em 2014 com objetivo de redefinir interfaces com as máquinas no intuito de proporcionar um relacionamento mais natural. A plataforma Nama permite a automatização de conversas por texto ou voz ao simular uma conversa humana, em que o computador oferece soluções de atendimento através de inteligência artificial. Com auxílio dos robôs que funcionam como atendentes 24 horas por dia, os clientes são atendidos mais rápido, as conversas ficam registradas e caso apareça algum problema, uma pessoa real pode assumir o atendimento.

Em sua passagem pelo programa InovAtiva Brasil, a startup pôde estruturar melhor o projeto e a empresa. “O programa nos ajudou com conteúdo e mentoria para capacitação do nosso time principal. Ficamos mais preparados para os desafios de inovação tecnológica e conseguimos repassar alguns desses conteúdos para o restante da equipe, o que deixou todos preparados e alinhados para empreender assertivamente”, afirma Rodrigo Scotti, CEO da Nama,

Com todo esse apoio do InovAtiva, Rodrigo revela que a startup ganhou destaque e atraiu olhares de investidores. “Conseguimos nos destacar dentro do programa e isso chamou a atenção de investidores e outras empresas que faziam parte da edição que participamos. Estamos em fase final de negociações com investidores que conhecemos durante o programa e assim que tivermos novidade, a gente revela para vocês”, brinca o CEO.

Além do chat, a Nama está preparando algumas novidades com lançamento previsto ainda para o final deste ano. “Agora que amadurecemos e consolidamos nossa real necessidade de investimento, vamos lançar algumas surpresas, como site novo. É hora de ir com força total, apresentar os benefícios do nosso produto, firmar parcerias e nos conectar com próximos possíveis investidores”, finaliza Rodrigo.

Destaque Demoday InovAtiva: Listen auxilia pessoas com perda auditiva a ouvirem música

No quesito inovação, a startup Listen sai na frente. A empresa desenvolveu um aplicativo que possibilita que pessoas com perda auditiva possam ouvir músicas usando apenas seus smartphones e fones de ouvido. Com essa novidade, a startup foi eleita como uma das mais preparadas para o mercado pelos investidores e executivos presentes no Demoday InovAtiva Brasil, no final de agosto. Com esse desempenho, a empresa ganhou também uma vaga no programa FbStart, do Facebook, que oferece uma série de benefícios voltados para a área desenvolvimento de soluções móveis.

Nos cinco meses de capacitação e mentorias na aceleração do InovAtiva, a Listen ganhou espaço e mostrou que o seu objetivo era estar entre as melhores. “O InovAtiva significou uma visibilidade e contatos para a empresa. Além de toda a rede de mentores altamente qualificados, fomos desafiados a questionar, sair da zona de conforto e melhorar nossas ideias e estratégias’’, comenta o CEO da Listen, Sandro Wiggers.

O executivo destacou que a equipe se preparou muito para apresentar o aplicativo aos investidores que estiveram no Demoday. “Nós ficamos muito felizes quando recebemos a notícia de que estávamos entre as 12 startups mais atraentes para investimento. É muito gratificante ver um trabalho reconhecido e elogiado por grandes empresários e investidores. Além de tudo que aconteceu no Demoday, ainda fomos premiados com o FbStart. Com toda certeza é um gás para continuarmos nessa estrada.” comemora Wiggers.

Após a aceleração no InovAtiva, surgiram diversos investidores interessados na startup, que atualmente está em fase de negociação. Uma novidade é que a Listen está entre as finalistas do Social Good Brasil Labs, um laboratório que ajuda a viabilizar projetos que usam as tecnologias e novas mídias para tornar o mundo mais acessível para todos.

Mais sobre a Listen

Criada em 2016 no Startup Weekend de Joinville/SC, a Listen é uma startup que desenvolve tecnologias acessíveis, atualmente focada em tecnologias auditivas. O aplicativo é programado para transformar o celular em um aparelho auditivo de baixo custo, democratizando o acesso a essas soluções.

Na primeira fase do aplicativo, as pessoas com perda auditiva podem acessar o sistema através de um teste auditivo, que identifica o grau de perda auditiva do usuário. Após o teste, o aplicativo é automatizado e então pode ouvir músicas com fone de ouvido, de forma personalizada e especialmente configurada para ela. O próximo passo é fazer com que o app seja adaptado também para que as pessoas possam assistir vídeos com áudio e no futuro também ouvir o ambiente externo de forma adequada para a deficiência, como se estivessem utilizando um aparelho auditivo.

Saiba mais em: www.listen.life e www.facebook.com/mylisten.

Case InovAtiva: Nexoos traz novo modelo de investimentos e empréstimos para o Brasil

Uma plataforma online capaz de conectar empresas que precisam de empréstimos com investidores interessados em destinar apoio financeiro a novos projetos. Esse é o papel da Nexoos, startup criada em 2014 e que, no último mês, realizou a primeira rodada de investimentos no Brasil.

A empresa ajudou quatro empresas a captar quase meio milhão de reais com taxas de juros em média 50% menores que em bancos. Foram R$ 437,5 mil de 41 investidores diferentes, que em troca vão receber retornos que variam de 135% a 160% do CDI. Segundo Daniel Gomes, CEO da Nexoos, essa é uma proposta diferente para investimentos, conhecida no exterior como peertopeer. ‘‘Aqui no Brasil são poucas as plataformas que oferecem esse tipo de serviço. Nossa ideia é conectar investidores diretamente com empresas que precisam de crédito. Dessa forma, a empresa consegue uma taxa em média 50% menor do que conseguiria no banco, e, por sua vez, o investidor consegue uma taxa de retorno de até 180% do CDI, muito maior do que CDB ou poupança”, afirma.

Idealizada na Inglaterra, a empresa participou do programa de aceleração do InovAtiva Brasil no segundo semestre de 2015. Segundo Gomes, o contato com os mentores e outros empreendedores foi importante para o amadurecimento da empresa. ‘‘Com o InovAtiva descobrimos o potencial do projeto e fomos direcionados da melhor maneira possível. Como não era e ainda não é um mercado comum no Brasil, temos vários desafios. Mas saímos confiantes no nosso objetivo, que é mostrar que tanto empreendedores quanto investidores só têm a ganhar com a proposta do peertopeer lending’’.

No Brasil, geralmente o banco capta dinheiro de pessoas físicas por meio da poupança ou CDB, por exemplo, e empresta para outras pessoas e empresas a uma taxa muito maior do que captou. Esse é o famoso spread bancário, que no Brasil é o segundo maior do mundo. Para o CEO, a proposta é “desbancarizar” empréstimos e investimentos, deixando essas operações muito mais vantajosas para os dois lados. Leonardo Vieira é diretor do Berçário Mon Petit, uma das empresas que conseguiu a captação de investimento, e conta que, quando precisou de uma linha de crédito para a expansão da escola, se assustou com as taxas exorbitantes dos bancos tradicionais. ‘‘A maior vantagem de ter participado do processo da Nexoos foi conseguir o crédito com uma taxa quase três vezes menor que a dos bancos. Foi rápido, prático e após duas reuniões pessoais, todas as questões foram elucidadas’’, comenta. Segundo Vieira, o contato com os investidores aconteceu com a mediação da Nexoos e todo o processo foi acompanhado pela plataforma.

Gomes ainda reforça que, além de uma taxa de retorno atraente, outro grande diferencial para investidores é a liquidez. “Em investimentos como CDB e Tesouro Direto é preciso esperar o contrato acabar para resgatar seus rendimentos. Na Nexoos, o investidor recebe os rendimentos todos os meses em sua conta bancária. É uma ótima opção para diversificar os investimentos”.

O prazo do investimento depende da solicitação da empresa aprovada, que pode variar de 3 a 24 meses. O processo de seleção é rigoroso, além de uma checagem automática de alguns dados da empresa, a Nexoos realiza uma análise de crédito rigorosa com base nos documentos financeiros enviados pela empresa. ‘‘Esse processo é feito para dar segurança e gerar credibilidade com quem decide investir nas empresas que aprovamos. Só após esse momento é que elaboramos um relatório e então, os investidores podem tomar suas decisões’’, finaliza o CEO.

Para começar a investir é necessário ser brasileiro(a), maior de 18 anos, não ser pessoa publicamente exposta e dispor de pelo menos R$ 10 mil para fazer o aporte inicial em um portfólio de empresas aprovadas. A Nexoos já se prepara para mais uma rodada de investimentos que pretende captar R$ 1 milhão. A partir do dia 17 de outubro, investidores e empresas interessadas devem se inscrever através do site da empresa: www.nexoos.com.br.

Destaque Demoday InovAtiva: Atmosfero ajuda empresas a administrar suas infraestruturas de TI na nuvem

Com uma plataforma moderna que proporciona ao cliente administrar, monitorar e otimizar sua infraestrutura de TI na nuvem, a Atmosfero foi um dos destaques do InovAtiva Brasil ciclo 2016.1. A participação no programa trouxe a startup diversas oportunidades, entre elas, uma vaga no FbStart, o programa de aceleração do Facebook, que oferece benefícios valorados em aproximadamente US$ 80 mil, incluindo anúncios na rede social e gestão de parceiros.

A startup há algum tempo vinha em busca de programas que incentivassem o crescimento e o amadurecimento no mercado do empreendedorismo inovador. Lucas Lins, CTO da Atmosfero, revela que, ao fazer parte do InovAtiva Brasil, a empresa teve uma das melhores experiências da sua trajetória. “Participar do InovAtiva foi sem dúvida um grande marco para o projeto que apresentamos, a Atmosfero. Todo o Ciclo de aceleração foi fundamental nesse processo de amadurecimento do produto, em que tivemos cursos esclarecedores, excelentes mentores e uma imersão profunda nos Bootcamps. Foi sem dúvida uma experiência extremamente produtiva para nós”.

O objetivo principal da Atmosfero é otimizar o dia-a-dia das empresas com suas infraestruturas de TI na cloud. “As equipes de infraestrutura ganham agilidade e eficiência no uso e na gestão, reduzem custos, garantem maior controle, simplificam suas operações e obtêm maior segurança no gerenciamento de servidores, bancos de dados e demais recursos de seus ambientes”, ressalta o CTO.

A startup ficou entre as 12 mais bem avaliadas por investidores e executivos entre as 115 participantes do Demoday InovAtiva 2016.1, realizado no fim de agosto, e foi selecionada para participar do programa FbStart. Agora, vão participar de mentorias com funcionários do Facebook e poderão usufruir de diversos serviços de soluções tecnológicos e de gestão de parceiros também. “A participação no InovAtiva deu uma grande injeção de ânimo na equipe que ficou com mais garra, agilidade e vontade de ver o produto decolar. Além disso, tivemos um aumento significativo da visibilidade do produto, com aumento de clientes e procura de investidores”, comemora.

A Atmosfero já atende clientes da Amazon AWS, líder do segmento de cloud pública, e nos próximos meses atenderá, também, a Microsoft Azure. Em seguida, a equipe vai trabalhar para atender outros provedores como IBM SoftLayer e Google Cloud Platform.

Case InovAtiva: Menu for Tourist é destaque nas Olimpíadas e Paralimpíadas do Rio 2016

Um dos aplicativos oficiais das Olimpíadas e Paralimpíadas Rio 2016, o Menu for Tourist, reúne cardápios de restaurantes brasileiros traduzidos em até oito idiomas. Participante do InovAtiva Brasil, o objetivo da startup é o de proporcionar aos usuários uma forma fácil, rápida e tecnológica de encontrar um destino gourmet de acordo com a localização.

Há dois anos Melina Guelman, CEO da startup, analisou as críticas dos turistas que estiveram na Copa do Mundo de 2014 e percebeu que a grande maioria delas foram reclamações referentes à falta de acesso aos cardápios de restaurantes brasileiros, já que, na maioria das vezes, os cardápios estavam escritos apenas em português com traduções em inglês. O resultado de estudos e pesquisas foi a criação do Menu for Tourist. ‘‘Ver os estrangeiros e até mesmo os brasileiros usando o aplicativo é gratificante. Imagina só, um aplicativo oficial com toda a facilidade que o visitante precisa. Com esse apoio, o trabalho dos garçons e atendentes dos restaurantes do Rio foi facilitado’’, comenta Melina.

Além de ter sido selecionada pelos investidores do InovAtiva Brasil como uma das 12 startups mais promissoras do programa, o Menu for Tourist foi contemplada com o FbStart, programa de aceleração do Facebook, em que a empresa americana premiou 14 empresas finalistas do InovAtiva Brasil mais bem avaliadas pelos investidores e executivos convidados no Demoday. As escolhidas são startups que possuem aplicativos móveis e todas terão acesso a um pacote de benefícios de aproximadamente US$ 80 mil, que inclui anúncios na rede social, soluções e serviços de soluções tecnológicos e de gestão de parceiros.

“O FbStart foi uma surpresa. Nós trabalhamos muito e esse programa do Facebook é mais uma forma de reconhecimento e motivação para seguir com esse projeto. Isso nos deixa muito feliz” ressalta a CEO.

Para Melina, a participação da empresa no programa InovAtiva Brasil foi importante principalmente na troca de ideias. ‘‘Tivemos uma conexão maravilhosa com os mentores e também conseguimos trocar experiências com todos os empreendedores e ver as soluções que surgem. Todos torcem um pelo outro pois sabemos que novas empresas vão gerar empregos e beneficiar ainda mais pessoas”, ressalta.

A publicitária, de 28 anos, quer mostrar que uma mulher pode alcançar o mercado empreendedor tanto quanto os homens. ‘‘Eu vejo da seguinte forma: quando uma mulher se encanta por algo, ela vai atrás até o fim, existe um diferencial. Mulher também tem o espírito de liderança e estou aqui para provar isso”, finaliza.

Mais informações em:

www.menufortourist.com/pt

www.facebook.com/menufortourist/

Case InovAtiva: Ubivis tem segundo projeto selecionado para aceleração no InovAtiva Brasil

Finalista do InovAtiva Brasil em 2014, a startup Ubivis foi aprovada para fazer parte do programa novamente em 2016 com um novo projeto inovador. A empresa apostou no “Sistema IoT”, que oferece uma solução completa e otimizada no trabalho industrial, além de modernizar o seu processo fabril com a atualização do maquinário e de coletar e trocar dados analisando o aprendizado e desempenho de máquinas.

Em 2014, na primeira participação, a startup apostou em um projeto de controle de smartphones e tablets. Algumas dificuldades apareceram na criação do software, pois não atendiam os padrões planejados. Paulo Henrique Souza, CEO da Ubivis, comenta que após a participação no programa de aceleração também no Bootcamp, oferecido ao término das mentorias, uma nova oportunidade surgiu para a empresa. “O evento foi fundamental para nossa mudança. Conversamos com várias empresas e mentores e tudo o que aprendemos permitiu compreender o real movimento do empreendedorismo no Brasil. Foi como se fosse uma luz no fim do túnel”, ressalta.

Após todo o processo de aceleração, a Ubivis elaborou um novo projeto dentro do ambiente e dos recursos do empreendedorismo. Já em 2015, a empresa apresentou o projeto no Edital SESI SENAI de Inovação e ao ser selecionada, recebeu um investimento de aproximadamente R$ 800 mil. ‘‘Recebemos um excelente investimento no Edital pois estávamos preparados após as mentorias. Com esse valor, investimos na criação de um novo projeto, nos cadastramos mais uma vez no InovAtiva e fomos selecionados para iniciar uma nova etapa de mentorias em 2016’’, relembra Souza.

Com o projeto “Sistema IoT”, a startup voltou ao ciclo de aceleração do InovAtiva para receber novas mentorias e ser conectado a novos possíveis investidores. O produto permite integrações entre processos físicos e computacionais em máquinas industriais. Ou seja, armazena e analisa dados coletados através da IoT e faz com que os operados possam guiar os sistemas em tempo real.

Paulo Henrique revela que o ciclo de aceleração é como se fosse uma escola para as startups e traz grandes mudanças. “É a minha segunda vez. Não que eu não tenha aproveitado em 2014, nós aprendemos muito com as mentorias, oficinas e cursos. Mas após o nosso primeiro Bootcamp, entendemos o que realmente queríamos fazer. Nunca esqueceremos do apoio que o programa InovAtiva nos deu e estamos prontos para acelerar o nosso novo produto”, finaliza o CEO.

inovativa@inovativabrasil.com.br