Como inovar para melhorar o seu negócio

Aquelas dicas valiosas que todo empreendedor precisa saber na hora de inovar

* Por Leonardo Lima

O comércio global está crescendo não só em complexidade mas também em velocidade e com isto as empresas estão lutando para dar aos seus clientes as respostas sobre disponibilidade de produtos, entregas, qualidade, diferencial, especialmente de forma on-line (e-commerce) e também em suas lojas físicas.

Então fica cada vez mais claro que inovar dentro de seu negócio pode servir como base para se manter no mercado, aumentar seu market share, diferenciar de seu concorrente, e fidelização de clientes! Assim, um grande desafio (além de ter um bom produto ou serviço, entregar no prazo e ter uma excelente área de customer success ou pós venda) é identificar ferramentas e formas inovadoras que auxiliem nessa missão. Para ajudar você a entender um pouco melhor, separei 03 grandes variáveis que fazem parte da inovação e que pode atuar diretamente no seu dia a dia trazendo grandes benefícios para a sua empresa:

Mas antes de entrarmos nesses pontos é importante termos claro em nossas mentes o que é inovação, um termo tão comumente ouvido e utilizado por aí. O conceito de inovação é bastante amplo, principalmente dependendo de onde está sendo aplicado. Em linhas gerais, um conceito que gosto de usar é que a inovação é a exploração bem-sucedida de novas ideias. Além disso, ela pode ser incremental ou disruptiva (radical). Quando falamos que houve uma inovação incremental estamos mencionando algo que foi melhorado sensivelmente sem alterar características básicas e originais de algum produto ou serviço. Já uma inovação disruptiva é algo que chega a um patamar de romper paradigmas, ou agregar novas funcionalidades inexistentes em produtos, processos ou serviços.

Esta inovação sendo feita de forma coordenada e planejada, resultará em aumento da receita, acesso a novos mercados, aumento das margens de lucro, entre outros benefícios.

Então os pontos a seguir vão ajudar você a entender um pouco mais o impacto da inovação no negocio e na sua empresa:

Volume e Velocidade

De acordo com o Gartner, velocidade significa o quão rápido os dados estão sendo produzidos quanto o quão rápido os dados devem ser tratados para atender a demanda. Muitos fatores contribuem para o aumento do volume de informações sobre sua empresa e principalmente sobre seus concorrentes. As redes sociais e a internet em geral potencializaram esse volume e a velocidade com que a informação circula por aí. Um comentário ou uma má avaliação do seu negócio por parte de um consumidor pode te colocar em uma situação delicada em poucos minutos. É importante que você utilize métodos e ferramentas inovadoras para coletar dados em tempo real, identificando por exemplo o comportamento do seu cliente, ou a movimentação daquele determinado item ou mercadoria em seu estoque para que você possa ter tomada certa de decisão.

Criatividade

Gosto sempre de iniciar uma análise baseando em seu conceito: Thompson define que criatividade é a capacidade de olhar os mesmos fatos que todos, mas visualizando algo distinto neles. Se formos trazer isto para o âmbito empresarial, a criatividade é um fator que está de mãos dadas com a inovação e que deve ser canalizada para buscar um diferencial e oferecer algo mais do que o cliente espera. Um exercício que deve ser feito diário é desenvolver seu pensamento criativo e de seu time. É preciso aprender a desaprender e isto não é tarefa fácil. Questionar, liberar-se dos antigos hábitos, desafiar status quo, e combinar intuição, imaginação e criação com razão, lógica e planejamento é algo fundamental para incorporar a inovação em sua empresa.

Inovação Aberta

Certamente você já deve ter escutado aquela frase: duas cabeças pensam melhor do que uma. Nesse sentido fomentar e incentivar seu time e seus colaboradores a contribuir com o processo de inovação dentro da sua empresa é fundamental. O termo Inovação Aberta foi levantado inicialmente por Chesbrough (professor e diretor executivo no Centro de Inovação Aberta da Universidade de Berkeley) e faz referência a exatamente isto: Unir os esforços de inovação a partir de redes compostas por diferentes pessoas internas e externas as organizações com o objetivo de obter e desenvolver novas ideias. Assim, é importante ficar atento não só aos feedbacks dos seus clientes mas também aos insights oriundos do seu time.

Se quiser saber mais sobre inovação aberta acesse nesse link um artigo sobre aceleradoras corporativas.

Por fim, a verdadeira questão não é apenas entender o que é inovação, mas sim o que você faz ou fará com ela. As organizações que estão se atentando para isso são capazes de aproveitar situações e momentos relevantes e usá-los para tomar as melhores decisões.

Inovar não é questão de escolha, pois além de te manter sempre um passo a frente despertará a capacidade de compreender e obter valor, o que ajudará você a operar de forma mais eficiente e rentável.



Sobre o Autor: Leonardo Lima
Leonardo Lima, Engenheiro de Telecomunicações e MBA em Gerência de Telecomunicações e Redes. É professor no IFMG e atua há mais de 12 anos com tecnologia e inovação. Ministra palestras na área de empreendedorismo e tecnologia. É mentor e membro ativo do Inovativa e participa de fóruns e encontros de empreendedorismo, abordando assuntos como startups, desenvolvimento de empresas, desafios, inovação, tecnologia, sustentabilidade. Além de sócio da CABTEC criou uma startup chamada Viewbooster 360 e faz parte do programa Promessas da Endeavor.
Compartilhar