O papel das startups na revolução tecnológica da indústria

Conheça as startups que trabalham para aumentar a produtividade e acelerar as indústrias brasileiras

Cada vez mais especialistas estão alertando para as necessidades de aumentar os investimentos em tecnologia na indústria. A realidade é que em poucos anos as tecnologias serão essenciais em qualquer setor, mas especialmente na indústria haverá uma verdadeira revolução e o uso de tecnologias será indispensável para manter a competitividade.

Essa revolução tecnológica que está em curso é chamada de Indústria 4.0, ou, em outras palavras, 4° Revolução Industrial, uma vez que trará transformações tão significativas quanto as revoluções industriais que a precederam. Em resumo a Indústria 4.0 é um movimento que vai permitir a criação de fábricas inteligentes e quase que totalmente automatizadas, as quais poderão operar com um reduzido número de funcionários.

Algumas tecnologias despontam como as precursoras desse movimento, como: Robôs Autônomos, Internet das Coisas, Impressão 3D, Computação em Nuvem, Simulações e Realidade Virtual, Integração entre Sistemas e Softwares, Big Data, Inteligência Artificial, Machine Learning e Cybersecurity.

As grandes empresas estão à frente desse movimento, contudo, pequenas e médias empresas têm conseguido aumentar a competividade por meio do relacionamento com startups e a adoção de tecnologias de ponta.

Confira abaixo algumas das startups com soluções para Indústria que passaram pelo InovAtiva.

Conheça as startups que estão inovando na indústria

Aquarela foi Acelerada InovAtiva em 2015 e usa Inteligência Artificial e Data Analytics para gerar informações preditivas a partir de um grande volume de dados. Recentemente a startup foi investida pelo Fundo Aeroespacial e recebeu aporte para aumentar a sua expansão comercial e criar módulos de dados que permite a integração da indústria com áreas de planejamento, recursos, gestão de relacionamento entre outras.

Asel-Tech possui tecnologia patenteada para detectar e localizar vazamentos em transporte de óleo e gás, através de modelo de rede neural, machine learning e sensores instalados ao longo do pipeline. A tecnologia utiliza tecnologia IoT (internet das coisas) para transmissão de dados entre os sensores e a sala de controle. Toda vez que há alterações nos dados, um alarme é enviado para a sala de controle contendo todas as informações disponíveis, possibilitando tomada de decisões imediatas. A tecnologia também pode ser utilizada com a finalidade de detectar roubos em tubulações de Óleo e Gás.

BirminD Otimização Industrial é uma startup de Otimização Industrial que desenvolve um software que se conecta automaticamente com o processo industrial, cruza dados financeiros com desempenho de malhas e dispara alarmes e ativos para facilitar as decisões dos gestores industriais. As soluções da empresa são desenvolvidas para a melhoria de performance industrial, atuando de maneira integrada entre diversos componentes da planta.

Certus Software é uma startup que soluciona a falta de controles e de gestão da pequena indústria com um software simples e ágil. A startup passou pelo InovAtiva em 2017 e chamou a atenção de um dos maiores investidores anjo do Brasil.

Coleção.Moda é uma startup com atuação no segmento de vestuário, a empresa surgiu no Sinapse da Inovação e fornece uma ferramenta acessível para pequenas e médias empresas, com uma metodologia padronizada e validada no mercado, com um controle de toda a etapa de produção, bem como sugestões de boas práticas e de tendências baseadas em uma inteligência artificial. Empresasdo segmento têxtil conseguem ganhar velocidade na produção e aumentar em 20% as vendas.

CUBi Energia oferece uma solução completa de monitoramento e gestão de energia elétrica focada na identificação de desperdícios e otimização do uso de energia elétrica. A startup faz a instalação de medidores para processamento dos dados e disponibiliza todas as informações em uma plataforma que permite a visualização de maneira rápida e intuitiva.

Delfos Intelligent Maintenance é uma plataforma de manutenção inteligente que otimiza a produção de energia renovável, fazendo o monitoramento, análise e previsões em tempo real dos ativos de energia renovável. A plataforma auxilia na gestão dos parques eólicos e predição de falhas de ativos de energia eólica.

ENDEEPER é uma startup focada no segmento de óleo e gás, oferece um software de visualização integrada para exploração de petróleo com base em um grande volume de dados. A aplicação permite a integração automática de dados de diferentes fontes e os recursos de visualização simplificam e aceleram o estudo de reservatórios.

hazel | Risk and Process é uma empresa especializada em risco e simulação de processos industriais, e oferece monitoramento remoto de estações de tratamento de efluentes. A plataforma da startup utiliza medições de processo de equipamentos industriais (bombas, compressores, caldeiras e etc.) para alimentar uma simulação e gerar indicadores de desempenho. Esses indicadores informam se o equipamento precisa passar por uma manutenção ou modificação da configuração de operação.

HydroBytes Technologies facilita o gerenciamento de ativos industriais de maneira personalizada e inteligente utilizando conceitos de internet das coisas e indústria 4.0. A Hydrobytes oferece um ecossistema de soluções inovadoras que permite a conexão de máquinas, incluindo até mesmo máquinas que não possuem uma Interface Homem Máquina ou sistema de controle, a um sistema de gerenciamento web de forma robusta e flexível. A conexão destes equipamentos é feita por um hardware que envia os parâmetros monitorados da máquina para um sistema de gerenciamento web.

InfoObra é uma spinoff da Campestrini empresa de tecnologia para construção civil e comercializa uma plataforma web para gestão de obras baseado em modelos BIM utilizando o last planner para um processo eficiente na obra.

LTrace Soluções em Geofísica desenvolve soluções de análise de dados geofísicos para empresas petrolíferas. As soluções que desenvolvemos permitem analisar melhor as incertezas envolvidas no processo de exploração e produção de hidrocarbonetos, fornecendo informações sobre o risco de não encontrar óleo e gás ao perfurar um poço.

NETYS é uma startup com o objetivo de reduzir a conta de energia em até 35% da indústria e comércio por meio de uma solução baseada em Internet das Coisas.

Sislat é uma empresa especialista em automação para laticínios. No Brasil, cerca de 90% das indústrias de laticínios não possui sistemas inteligentes de supervisão e controle para a otimização dos processos de produção. A ineficiência dos processos tem impacto direto na qualidade final dos produtos e no aumento de desperdícios de insumos de valor. A Sislat resolve este problema a partir de soluções de software e hardware, com tecnologia própria, focados na otimização de todos os processos envolvidos na etapa de beneficiamento do leite e produção de derivados.

Vidya Tecnologia é uma startup de engenharia que oferece produtos e serviços (software e hardware) de monitoramento de corrosão em plantas industriais. A empresa usa tecnologias de sensores de corrosão e software para gestão da informação em tempo real.

E aí? Acha que dá para inovar mais na indústria? Se você tem um bom projeto de inovação para a indústria inscreva-se no Ciclo 2018 do InovAtiva Brasil. Inscrições até 05 de março!

Imagem: Giga Factory Tesla

Compartilhar