Posts

Solides é finalista do MIT Latin America Competition 2017

Uma vez por ano o Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) seleciona as 10 melhores startups da América Latina para apresentar um pitch durante o MIT Latin America Startups Competition. Em 2017, o evento acontece nos dias 10 e 11 de março e a Solides, empresa mineira que desenvolve inovações em Mapeamento Comportamental para gestão de pessoas, participa da competição. Em 2014, a empresa foi acelerada pelo InovAtiva Brasil.

Alessandro Garcia, CEO da Startup, comenta sobre a oportunidade de participar do evento. “A expectativa com a competição no MIT é aprender e melhorar as estratégias com os feedbacks e fortalecer a marca através da exposição para investidores, empresas e alunos do MIT que estarão presentes no evento”.

A empresa está em destaque na votação aberta no Facebook do MIT, para gerar pontuação de validação popular. A vencedora dessa votação vai ganhar um prêmio no valor de US$ 5 mil, além de ter maior visibilidade durante a competição. Para Alessandro estar entre os finalistas já é um grande prêmio. “Para nós, ser escolhidos como um dos 10 finalistas da América Latina já é uma grande influência para o trabalho que temos realizado”, pondera.

O CEO ainda destaca a importância da aceleração InovAtiva e o InovAtiva UK para o engrandecimento da empresa. “Evoluímos muito com programa, através dos treinamentos de alta qualidade e tão bem estruturados. Nas duas etapas que participamos, conseguimos a validação de negócio e de nossa estratégia”, encerra.

Para ajudar a empresa brasileira a ganhar o prêmio, basta entrar na votação popular em: https://goo.gl/DupGGm e escolher a opção “Solides”.

Justto é a grande vencedora do Desafio Like a Boss 1Up

A startup paulista Justto levou o troféu de campeã do Desafio Like a Boss 1Up, disputa promovida pelo Sebrae durante a Campus Party Brasil, a maior experiência digital do mundo, realizada em São Paulo. A vencedora foi conhecida neste sábado (4), após a apresentação das empresas finalistas, e ganhou um troféu e um jantar com investidores. As oito startups classificadas serão levadas para a Conferência Anual de Startups e Empreendedorismo (CASE), que acontece no fim do ano, em São Paulo.

O diretor de Administração e Finanças no exercício da Presidência do Sebrae, Vinicius Lages, destacou o alto nível das empresas participantes do Desafio Like a Boss 1Up, inclusive durante a apresentação para a banca de jurados, da qual ele fez parte. “As empresas trouxeram ideias inovadoras e mostraram capacidade de escalabilidade. Todas reconheceram a importância do papel do Sebrae em organizar uma competição como essa”, disse ele, acrescentando que a instituição estará cada vez mais presente no apoio ao ecossistema das startups brasileiras.

“O Sebrae deve se tornar em uma grande plataforma digital, atendendo todas os tipos de empresas, não somente de base tecnológica. Todos os negócios estarão na nuvem e o Sebrae deve estar lá para recebê-los”, ressaltou o diretor.

O CEO da Justto, Alexandre Viola, também comentou a importância de participar de um evento como o Desafio Like a Boss 1Up, com a oportunidade de conhecer investidores e realizar contatos com outros empresários. A empresa participou ainda da Campus Part Startup & Makers, área destinada às empresas mostrarem seus projetos. A Justto oferece dois produtos para a resolução de conflitos que normalmente se resolveriam de forma lenta: acordofacil.com, sistema on line de negociação de acordo, e a Arbitranet, uma câmara de arbitragem virtual. “Nosso objetivo é oferecer uma solução rápida e eficiente para as empresas e os consumidores. Com isso, os custos com processos na Justiça tendem a cair drasticamente”, enfatizou Viola.

Startups de 17 estados brasileiros se enfrentaram no Desafio Like a Boss 1Up, que tem o objetivo de aproximar os empreendedores de investidores e fortalecer o crescimento de empresas inovadoras. Essa é a segunda vez que o Sebrae realiza a competição dentro da Campus. Desde o dia 1º, as 48 participantes receberam consultorias para melhorar seus modelos de negócio e apresentaram os seus projetos a uma banca de investidores. No processo, foram selecionadas 36 startups atendidas pelo Sebrae nos estados e 12 que participaram do Inovativa Brasil, programa de aceleração que tem o Sebrae como correalizador. As escolhidas pertencem a diversos segmentos, como saúde, educação, alimentação, transporte e economia criativa.

A Justto foi eleita pelos investidores como um dos destaques do Demoday InovAtiva. Clique aqui e conheça as outras destaques.

Fonte: Agência Sebrae de Notícias

Case InovAtiva: Alientronics representa o Brasil na Alemanha

Ao Monitorar e gerenciar qualquer dispositivo que seja possível conectar à internet, a Alientronics, startup de Porto Alegre/RS, tem o modelo de negócio baseado em desenvolver tecnologias e soluções para Internet das Coisas. A empresa foi convidada pela AHK (Câmara Brasil-Alemanha) para apresentar um pitch no MUST Munich, na Alemanha. O evento acontece de 21 a 23 de fevereiro deste ano.

No encontro, eles vão apresentar o projeto Sistema de Monitoramento Inteligente para Pneus (TPMS), o primeiro produto desenvolvido pela empresa em parceria com o CETEMP/SENAI e a Avansat. O Sensor TPMS foi um dos vencedores do Prêmio Santander Empreendedorismo 2015 e do Prêmio Transporte Moderno & TruckPad de Inovação no Transporte 2016. Segundo Felipe Melz, CEO da startup, o convite mostra o nível internacional que a empresa já possui. “Ficamos muito contentes por se tratar de um evento que reúne as melhores startups internacionais. Ainda mais contentes pois a Alemanha é famosa por suas montadoras de veículos, que estarão presentes no evento e é também nosso público-alvo”, comenta.

o TPMS é um hardware, que ao ser colado na parte interna do pneu, monitora precisamente a pressão e a temperatura. O sensor é totalmente selado e não sofre danos com líquidos, poeira ou vibração, e pode durar até três anos. Os dados são enviados para o aplicativo, disponível em plataforma Android via Bluetooth a cada cinco minutos, ou em situações de risco para assim oferecer um controle real do veículo. Qualquer evento gera um alerta instantâneo no aplicativo avisando o motorista de pneu murcho, superaquecido ou estourado.

O MUST-Munich é um evento que dá mais uma oportunidades para que empresas de todo o mundo possam colocar suas inovações no centro das atenções do ecossistema empresarial, ao conectar os principais players do mercado. Felipe ainda ressalta as expectativas para o evento. “Estamos bem curiosos para descobrir como será a receptividade da nossa solução. Também existe a expectativa de ganhar visibilidade internacional ao fazer o pitch para 400 diretores de empresas líderes de diferentes segmentos da indústria, em especial a automotiva, além de termos as conversas com investidores”, pondera e continua.

Vale ressaltar que a Alientronics foi finalista do Programa InovAtiva em 2014 e já está presente em cinco transportadoras pelo país. O CEO destaca a importância da aceleração para o crescimento da empresa. “As mentorias, os treinamentos pela internet e o networking foram muito eficazes na aceleração profissional de nós, empreendedores. Nos levou a conhecer novos ecossistemas, ganhamos visibilidade e reconhecimento”, encerra.

Case InovAtiva: Soluções no setor biotecnológico com a Kopp Technologies

Desenvolver e vender soluções para a purificação de produtos biotecnológicos é o objetivo da Koop Technologies. A empresa que segue em fase de operacionalização, com a montagem de laboratórios para iniciar suas vendas no segundo semestre de 2017, é a primeira da América Latina a nacionalizar a tecnologia de purificação, sendo que apenas 6 países produzem este tipo de insumo. Recentemente ganharam um projeto no PIPE – FAPESP, que apoia a execução de pesquisa científica e agora estão montando uma estrutura própria com o P&D da empresa.

Lançada há um ano, a Koop nasceu da ideia de um dos 3 sócios da empresa, que durante o desenvolvimento de tese de doutorado percebeu uma lacuna no setor de biotecnologia brasileiro para a purificação de produtos na Indústria Farmacêutica, Química Fina e Biotecnológica. “Até então era preciso importar a tecnologia dos Estados Unidos e da Europa e além de demorar meses para chegar ao Brasil, gerava altos custos. Foi aí que detectamos a falha no mercado para obtenção deste produto’’, comenta Willian Kopp, Diretor de Operações da Koop.

Trabalhando no mercado de produtos biotecnológicos, com soluções para os segmentos humanos, animal e vegetal, a Koop foi participante do programa InovAtiva Brasil no ciclo de aceleração 2015 e teve destaque por ser a primeira empresa brasileira a nacionalizar este tipo de tecnologia e ficou entre as 92 Startups mais inovadoras do Brasil. Segundo Vilabruna, a participação da startup foi fundamental para a consolidação da empresa no mercado. “O InovAtiva foi o grande divisor de águas pois tivemos acesso ao mercado e conseguimos transformar nossa proposta teórica em um produto aplicável e vendável”.

Para ele, a Koop não conseguiria estar tão próxima do mercado e trabalhando na prospecção de clientes. “A partir de nossa participação e da mentoria de grandes profissionais, conseguimos adequar nossa startup ao viés mercadológico e já pensamos em, posteriormente, exportar nossas soluções”, finaliza o Diretor.

Demoday InovAtiva: Incubadora de talentos universitários

Para apoiar estudantes universitários no momento de ingressar no mercado de trabalho e para ajudar no direcionamento profissional, a empresa Voopyn trabalha para integrar estudantes a empresas através de uma plataforma online e totalmente gratuita. A startup foi participante do programa InovAtiva Brasil no ciclo de aceleração 2016.1 e é a primeira incubadora virtual de talentos universitários no Brasil. A Voopyn não só foi eleita como uma das empresas mais bem preparadas do programa, como também foi selecionada para receber os benefícios do programa Fb Start, programa de aceleração do Facebook.

Em uma espécie de rede social, universitários, recém-formados ou pós-graduandos se cadastram na Voopyn e tem acesso a desafios sugeridos por algumas empresas. Eles são instigados a realizar tarefas relacionadas ao mercado de trabalho e todas as empresas que fazem parte da plataforma têm acesso aos desempenhos de cada usuário. Isso faz com que sejam identificadas as afinidades dos candidatos com as área disponíveis e que os melhores talentos sejam mapeados.

Desde que foi lançada, em Abril de 2016, a Voopyn já possui mais de 800 pessoas cadastradas e 20 empresas parceiras, que variam entre pequeno e grande porte. Franciele Gabardo, CEO da Voopyn, destaca o diferencial da empresa. “O nosso ideal é ir além dos desafios impostos e oferecer uma oportunidade para os jovens se destacarem. Certa vez um estudante de engenharia participou de um desafio de uma empresa multinacional, concorrendo com mais 35 candidatos. Ele ficou entre os dez melhores escolhidos pelo gestor e eu tenho certeza de que essa foi uma ótima oportunidade na vida dele”, ressalta.  

A Voopyn >surgiu quando Franciele fazia MBA em gestão de pessoas. O que parecia ser um simples projeto acabou se tornando uma fábrica de aprimoramento profissional que ajuda muitos talentos e vem ganhando espaço fora do Brasil. ”Neste ano contratamos dois jovens estudantes, um da Espanha e outro da Colômbia, e oferecemos a oportunidade de terem sua primeira experiência profissional. Através disso, algumas universidades de Medellín nos procuraram e se mostraram interessadas no nosso projeto”, comenta a CEO.

Agora quanto ao crescimento empresarial, a startup passou recentemente por uma grande experiência que foi a participação no programa InovAtiva Brasil. “Participar do InovAtiva, para nós, foi extremamente importante. Os cursos e as mentorias nos fizeram repensar e aprimorar muitas coisas. Mantemos contato com nosso mentor até hoje e estamos conversando com investidores que se interessaram pela startup quando passamos pelo InovAtiva”, afirma Franciele.

Para o período de férias, a equipe criou um programa de estágio de verão. São vagas de experiências disponíveis na plataforma, em que os universitários poderão trabalhar em empresas no período de dez semanas, com a possibilidade de contratação no final do estágio. As vagas estão disponíveis para alunos dos cursos de engenharia, recursos humanos, administração e design.

Redes Sociais:

Facebook – https://www.facebook.com/voopyn/

Twitter – https://twitter.com/VoopynCtba

Destaque Demoday InovAtiva: JáTá Chegando é destaque no setor de serviços de entregas

Com sede em Campinas/SP, a startup JáTá Chegando trabalha para resolver os problemas de entregas delivery. Através de um sistema de gerenciamento e rastreamento, a startup oferece a assertividade das entregas, diminuindo o custo do frete e permitindo que o consumidor tenha o acompanhamento dos pedidos em tempo real. Participante do ciclo de aceleração 2016.1 do InovAtiva, a empresa foi premiada com o FBStart do Facebook, além de ganhar visibilidade no mercado empreendedor.

A empresa que promete a precisão dos horários das entregas, certifica que os produtos ou serviços chegarão corretamente ao seu destino. Ao calcular o deslocamento do entregador através do GPS do celular, faz com que o consumidor receba um link no celular para acompanhar o trajeto.

Após três anos no mercado, os empreendedores perceberam que havia a necessidade de reestruturação da empresa. E foi aí que a participação no InovAtiva Brasil fez diferença para a startup. Ivan Bonomi, um dos fundadores do JáTá Chegando, comenta que ouviu de um dos mentores que se a empresa não estivesse totalmente alinhada com as demandas do mercado, eles não conseguiriam atender os possíveis clientes. “Quando fomos selecionados para participar ficamos muito felizes. Na medida que passamos de fase percebemos que o InovAtiva ia além do que pensávamos. Toda a estrutura, as mentorias, o pitch, tudo influenciou para a revisão dos conceitos da empresa para tornar a empresa no que ela é hoje’’, comenta.

Depois de entender quem é o cliente e qual é o problema que ele tem, os empresários puderam analisar melhor a proposta de valor do produto. “Fomos instigados a revisar uma série de conceitos da empresa. Focamos nas dores do clientes e nas propostas de valor do nosso produto, assim como nos canais de acesso na distribuição. Aprendemos a conversar com o cliente para entender o contexto no qual o produto está inserido. Após a preparação da planilha com as projeções financeiras, chegamos a um valor de investimento de R$ 300 mil. As conversas com os mentores foram importantes para planejamento do nosso pitch”, explica Ivan.

A startup vem numa crescente com relação aos clientes. No início, o JáTá Chegando atendia apenas cinco empresas e após participar do InovAtiva Brasil, a empresa já atende mais de 25 clientes em diversos lugares do Brasil e atua em quatro segmentos: alimentação, farmácias de manipulação, serviços de courier e transportadoras de cargas fracionadas. “Atualmente, depois de toda a exposição que o programa nos trouxe, grandes empresas nos procuraram e estamos em negociação. Graças ao nosso trabalho e ao InovAtiva iremos colher bons frutos”, finaliza Ivan Bonomi.

Facebook: https://www.facebook.com/jata.chegando/

Twitter: https://twitter.com/JaTaChegando

Linkedin: https://www.linkedin.com/company/j%C3%A1t%C3%A1-chegando

inovativa@inovativabrasil.com.br