Posts

Como definir objetivos em conjunto com o time?

Comunicar e definir objetivos com o time é uma das etapas essenciais para um planejamento alinhado e uma boa execução. Apesar disso, muitas startups, principalmente aquelas em crescimento acelerado, podem ter dificuldades em comunicar e definir objetivos com todos os envolvidos.

Antes de prosseguirmos no conteúdo, vou fazer algumas perguntas para você:

  • Hoje, qual o objetivo central da sua empresa e como você está mensurando isso?
  • Como você mensura a entrega de sócios e colaboradores?
  • Qual ferramenta você utiliza para determinar o que é prioritário na empresa?
  • Como você acompanha o progresso das pessoas que estão no seu negócio?
  • Como você permite a transparência de entregas?

Muitas perguntas, não é? Mas todas essas perguntas e todos esses processos são a base para um melhor resultado. Por esse motivo, vou te dar algumas dicas para que você possa ser melhor sucedido ou comunicar e definir objetivos com o time:

Defina o foco para a startup

Aqui, a lógica é muito simples: se tem duas coisas para fazer, então, não tem foco. Sua startup precisa ter um objetivo chave, pelo menos, para o trimestre.

Alguns fundadores sentem-se completamente perdidos quando provocados a definir um objetivo para a empresa para os próximos meses, ou para o próximo semestre. Para te ajudar, aí vão algumas perguntas que podem ser essenciais na hora de definir objetivos:

  1. Hoje, qual seria o próximo macro de crescimento da empresa?
  2. Quais nossos recursos disponíveis? – financeiro, recursos humanos, parcerias, contatos, tecnologia;
  3. Quais são as restrições que temos?
  4. Quais requisitos e entregas mínimas nosso produto / nossos canais / nossos processos devem entregar para indicar sucesso?

Quatro perguntas simples, mas que te levarão a ter um olhar completo sobre sua startup e te obrigarão a definir um foco. Tome um tempo para respondê-las e faça isso junto com, pelo menos, os principais tomadores de decisão.

Caso ainda esteja complicado, você pode usar a Matriz Gut para te ajudar a priorizar demandas.

Feito isso, lembre-se: 1 foco. Nada mais, nada menos.

Entrega entre colaboradores e sócios

É muito comum, quando dividimos projetos com alguém, ficarmos esperando entregas daquela pessoa. Além disso, quando temos projetos compartilhados, se as ações e os objetivos individuais não estão muito bem definidos, fica difícil discernir o nível de engajamento das partes.

Juntamente com isso, também fica difícil fazer a contabilidade das entregas.

Neste ponto, sou apaixonada pela metodologia dos OKRs. Dentro desta metodologia, o objetivo da empresa e dos setores é dividido para cada pessoa dentro da empresa. A partir disso, cada pessoa no negócio deve ter entregas mensuráveis, que serão medidas toda semana.

Assim, por exemplo, o objetivo do meu setor de marketing de “1 vídeo por semana”, vai se transformar em objetivos individuais.

Nesse caso, por exemplo,  eu posso ganhar a incubência de gravar um vídeo por semana, enquanto meu sócio tem o objetivo de editar esses vídeos semanalmente. Assim, eu consigo discernir exatamente quantos vídeos foram gravados, quantos foram editados e em qual etapa o processo sofreu mais gargalos.

Lembre-se também que é importante ter reuniões periódicas para acompanhar o desenvolvimento do time. A frequência dessas reuniões depende do nível de autonomia e engajamento do time.

Times remotos também exigem reuniões mais frequentes.

Dentro desses encontros, é importante contabilizar o progresso de cada membro em torno dos objetivos, qual será o foco de ações até a próxima reunião e quais devem ser as entregas prioritárias.

Transparência

Outro ponto essencial é a transparência de resultados entre todos os integrantes da empresa, dos fundadores aos estagiários. Em todas as startups onde vi a transparência aplicada, o time era muito mais engajado e disposto a conseguir resultado.

Além disso, a transparência resolve dúvidas, como: no que os fundadores estão trabalhando? Como está o desempenho do meu colega de time? Quais são as prioridades e métricas dos desenvolvedores e do marketing?

Tudo isso permite alinhamento entre o time, expulsa preguiçosos e deixa o resultado mais coeso.

E aí? Gostou? Espero que sim! Não se esqueça de ver outros artigo do blog do Inovativa Brasil. Este artigo foi escrito pela Líder de Comunidade Bruna Barbosa. Aproveite todos os conteúdos Inovativa!

inovativa@inovativabrasil.com.br