Posts

Rec’n Play promove o 21º encontro do Open Innovation BR

Entre os dias 02 e 05 de outubro ocorreu o Rec´n Play 2019, em Recife (PE), festival que oferece mais de 300 atividades nas áreas de tecnologia, economia criativa e cidades inteligentes. Nesses quatro dias, os presentes puderam vivenciar experiências inusitadas, assistir palestras, realizar oficinas e ainda se divertir com shows.

Durante a ocasião também aconteceu o 21º Encontro do Open Innovation BR, promovido pelo grupo homônimo de apoio a Inovação Aberta, com o propósito de compartilhar conhecimentos e parcerias de grandes empresas com atores do ecossistema empreendedor.

O projeto selou a parceria entre o movimento de apoio a Inovação Aberta e o InovAtiva Brasil, estabelecida exatamente um ano antes em um evento com o mesmo objetivo. Desta vez, porém, o fomento a oportunidades de negócios se deu por meio de uma discussão sobre os desafios das iniciativas pública e privada promovido pela mesa redonda “Quais os maiores desafios para startups, empresas e Governo no processo de Open Innovation?”

Um dos participantes desta atividade foi Juliano Dias, CEO da beGraf.com, plataforma B2B para compra e gestão da produção de materiais gráficos e brindes, que foi acelerada pelo programa InovAtiva Brasil. De acordo com ele, o assunto foi tão envolvente que no próximo ano haverá um evento dedicado inteiramente a discuti-lo.

“Foi um prazer receber o convite da InovAtiva para debater sobre Open Innovation no Rec n’ Play 2019. O debate em forma de mesa redonda contou com a participação do público e gerou uma troca de experiências entre diversos stackholders”, comenta Dias.

Após a discussão, 11 startups tiveram a oportunidade de realizar uma rodada de conexões com as organizações Vale, Algar e BALL para tentar ajudá-las a resolver problemas como: garantir que as solicitações de acesso de pessoas convidadas para plantas operacionais sejam mais ágeis e acessíveis; criação de plataforma de gestão de eficiência energética com automação embarcada por meio do uso de inteligência artificial; monitorar o consumo de produtos químicos; entre outros.

“O evento é um sucesso, com pessoas e empresas de todo o Brasil e até de outros países participando ativamente de uma semana de palestras e oficinas com temas relacionados à tecnologia, inovação e muito mais. Gostaria de dar parabéns à toda equipe do programa”, finaliza o empreendedor.

InovAtiva Brasil promoveu palestras, rodas de conversas e workshops durante Hack Town 2019

Entre os dias 05 e 08 de setembro, o programa InovAtiva Brasil marcou presença no Hack Town 2019, em Santa Rita do Sapucaí (MG). O evento juntou tecnologia, música e inovação, gerando ideias diferentes e conexões de impacto aos 6 mil participantes.

O festival contou com mais de 600 palestras, showcases e workshops durante seus quatro dias e chegou a ter 38 atividades simultâneas em diversos ambientes da cidade, como auditórios, teatros, bares, restaurantes e outros locais inusitados. Em sua quinta edição, o Hack Town também promoveu ações noturnas, aumentando o uso dos espaços abertos.

Dentro dessa programação, o InovAtiva Brasil, em conjunto com a Campinas Tech, realizou mentorias e palestras sobre inovação aberta, empreendedorismo e startups; organizou rodas de conversas e participou de painéis nos quais seus Líderes de Comunidade compartilharam suas experiências e conhecimentos. Durante todas as atividades promovidas, impactamos diretamente mais de 80 pessoas.

O programa também ofereceu um workshop trazendo insights e dinâmicas focadas em inovação aberta e trazendo o aspecto estratégico das diferentes formas de promover o Open Innovation. Foi um momento de bastante troca entre startups e grandes empresas.

Além disso, durante o evento, houve um momento para que as startups participassem de pitch sessions e fizessem uma breve apresentação da sua solução aos demais presentes. A Biti9, startup acelerada pelo InovAtiva Brasil 2019.1 focada em serviços para produtividade administrativa e automação robótica de processo, ficou em primeiro lugar no primeiro dia.

“Tivemos uma experiência incrível no Hack Town, em Santa Rita do Sapucaí. Já na chegada à cidade, todos estavam com crachás coloridos, animados e comentando de palestras e aprendizados, ao mesmo tempo em que a euforia apareceu, surgiu a preocupação em fazer um bom pitch para apresentar o Robbi9 (nosso robô SaaS de automação de processos repetitivos). No final da noite, na chegada ao auditório, conhecemos as startups e sabíamos que a concorrência seria grande. Momentos antes de subir ao palco nossa mente traz à tona todo o caminho percorrido, brainstorms, os mentores, a aceleração do InovAtiva, que nos preparou tanto para estar ali. Toda essa dedicação acabou refletindo no resultado: ficamos em primeiro lugar”, finaliza Adalberto Cunha, Fundador e Diretor de Operações da Biti9.

InovAtiva Brasil realiza conexão entre startups e grandes empresas no Startup Summit

O Startup Summit é um movimento que promove o fortalecimento da inovação, por meio da união do ecossistema empreendedor de todo o Brasil. O evento, realizado nos dias 15 e 16 de agosto em Florianópolis (SC), contou com palestras de CEOs das principais startups do país e representantes de grandes empresas de tecnologia nacionais e internacionais compartilhando suas experiências e cases de sucesso.

Para ajudar na conexão entre esses dois grupos de participantes, o InovAtiva Brasil realizou uma dinâmica de grupo que chamou de InovAtiva Conecta. Para estimular os empreendedores a ajudar grandes empresas, o programa mapeou os desafios internos de sete grandes empresas (Dell, Johnson, Arcelor Mittal, Vale, FCC, Nexa Resources e Softplan) e o perfil das startups que três fundos de investimento (DOMO, GVAngels e MIT Angels) procuram.

O matching entre startups e empresários foi feito de modo a unir a solução oferecida pelo empreendedor com o problema exposto pelas grandes corporações. Ao todo, foram selecionadas 28 startups para as 45 rodadas de negócios estipuladas para o evento. Porém, além delas, foi possível incluir outras startups no InovAtiva Conecta, totalizando 50 rodadas de negócios com 11 grandes empresas.

Como o stand do programa teve uma programação aberta a todos os presentes, empresas e startups se encontraram no espaço para realizar conexão. Nos dois dias também foi disponibilizado um horário para networking, no qual os participantes do Startup Summit puderam se reunir para conversar, trocar cartões e ver como podem se ajudar.

Uma das startups participantes foi a CustomerX. De acordo com Leonardo Superti, CEO e Fundador da empresa, a conexão gerada pelo InovAtiva proporcionou conversas com corporações e investidores. “Marcar reuniões presenciais normalmente é algo bastante complicado. Por isso, essa ponte feita pelo programa foi excelente, pois conseguimos chegar nas pessoas certas. Saímos do evento a energia renovada, muitas ideias novas, orientações de quem já passou pelo que estamos passando e com outras conversas já pré-agendadas. Esperamos que isso possa gerar ótimos frutos e foi sensacional. Só tenho a agradecer”, afirma o empreendedor.

Innovation Summit Brasil 2019 traz ministro de C&T de Portugal e presidente de instituto de tecnologia de Israel

No dia 13 de agosto pela manhã será realizada a primeira plenária do Innovation Summit Brasil 2019, que acontece de 12 a 14 do mesmo mês em Florianópolis – SC. Com o mesmo nome do
tema geral do evento “Ecossistemas de Inovação: Criativos, Conectados e Competitivos”, o debate traz importantes atores de ecossistemas de inovação internacionais, como o ministro de
Ciência, Tecnologia e Ensino Superior de Portugal, Manuel Heitor, e o presidente do Instituto de Tecnologia Technion, de Israel, Prof. Peretz Lavie.

Na ocasião, serão apresentados cases internacionais de sucesso na articulação dos diversos atores envolvidos em um ecossistema de inovação, com impactos significativos para a economia, o desenvolvimento social e a criação de uma cultura de empreendedorismo e inovação.

Com vasta experiência na área, o atual o ministro de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior de Portugal, Manuel Heitor, é doutor pelo Imperial College, de Londres, e tem pós-doutorado pela
Universidade da Califórnia. É professor catedrático do Instituto Superior Técnico de Lisboa, onde dirige o Centro de Estudos em Inovação, Tecnologia e Políticas de Desenvolvimento.

Foi Secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior entre março de 2005 e junho de 2011, envolvendo-se ativamente no crescimento do financiamento público e privado para
atividades de ciência e tecnologia, e na reforma do ensino superior.

Também foi fundamental no desenho e na implementação de consórcios internacionais em pesquisa e formação avançada entre universidades portuguesas e norte americanas,
envolvendo redes temáticas de ciência e tecnologia.

Lançou e coordenou a série de Conferências internacionais sobre “Technology Policy and Innovation” e é co-editor da série de livros sobre “Science and Technology Policy”, editada pela
Purdue University Press. Foi co-fundador, em 2002, da rede internacional “Globelics – the global network for the economics of learning, innovation, and competence building systems”.

Recentemente está ativamente envolvido na promoção da rede europeia “step4EU, science, technology, education and policy for Europe”, assim como no estabelecimento do Observatório
Internacional de Políticas Globais para a Exploração do Atlântico”.

Na mesma linha, o Prof. Peretz Lavie é um dos responsáveis pelo destaque do Technion, de Israel, como uma das 100 melhores universidades de pesquisa de alto nível do mundo, sendo
reconhecido por sua excelência acadêmica, estratégia de pesquisa interdisciplinar, globalização inovadora e estabilidade financeira.

O Prof. Lavie ingressou na Faculdade de Medicina Technion Rappaport em 1975, onde foi reitor entre 1993 e 1999. Em 2001 foi nomeado vice-presidente de Relações Externas e Desenvolvimento de Recursos. Desde 1o de outubro de 2009 é presidente do Technion.

O instituto de tecnologia tem registrado, em seu mandato, uma série de realizações lideradas pelo recrutamento de mais de 200 novos membros do corpo docente, o que envolveu a captação de recursos extensivos. Ao estabelecer o “Prêmio Yanai”, na educação acadêmica, o Prof. liderou uma mudança significativa na qualidade do ensino no campus e na satisfação dos alunos.

Também concebeu e desempenhou um papel importante na expansão do Technion para Nova Iorque, onde, juntamente com a Universidade de Cornell, foi inaugurado o Jacobs Technion
Cornell Institute, em Roosevelt Island. Da mesma forma, na China, o Technion estabeleceu o Guangdong Technion-Israel Institute of Technology, em Shantou.

As inscrições para participar do Innovation Summit Brasil 2019, e suas atividades paralelas, já estão abertas. O segundo lote promocional segue até 31 de maio. Os associados de todas as instituições da Rede Nacional de Associações de Inovação e Investimentos (RNAII) têm descontos especiais na inscrição.

 

Sobre a RNAII

Realizadora do evento, a RNAII é uma iniciativa inédita de colaboração das grandes entidades fomentadoras do empreendedorismo inovador, em prol de todo o ecossistema brasileiro de ciência, tecnologia e inovação. É composta pela Abipti (Associação Brasileira das Instituições de Pesquisa Tecnológica e Inovação); ABstartup (Associação Brasileira de Startups); Abvcap (Associação Brasileira de Private Equity & Venture Capital); Anjos do Brasil; Anpei (Associação Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento das Empresas Inovadoras); Anprotec (Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores) e pelo Fortec (Fórum Nacional de Gestores de Inovação e Transferência de Tecnologia).

Juntas, essas associações representam mais de mais de 150 instituições de pesquisa, 300 gestores de núcleos de inovação, 370 ambientes de inovação (incubadoras, aceleradoras, parques tecnológicos), 120 investidores de venture capital, 5000 startups, 7000 investidores anjos, e 200 empresas inovadoras de grande e médio porte, na colaboração e fortalecimento de ações, públicas e privadas, focadas na transformação do conhecimento em riqueza.

A Sede

Florianópolis não foi selecionada para sediar o evento por acaso. A região abriga, atualmente, mais de 16 mil empreendedores e o número de empresas de tecnologia subiu 3,42% entre 2015
e 2017. Considerando os últimos 30 anos, o crescimento foi de 10.000%.

De acordo com relatório do Bradesco BBI, divulgado em 15 de fevereiro de 2019, Florianópolis tem 3% da população brasileira, mas possui 20% das startups do país. Segundo Acate, o setor tecnológico já representa 5,6% do PIB do estado, com um faturamento de R$ 15,5 bilhões.

 

SERVIÇO

Evento: Innovation Summit Brasil

Data: 12 a 14 de agosto

Local: Centro de Eventos Governador Luiz Henrique da Silveira. Rodovia SC-401, km 01, S/N. Trevo de Canasvieira. Florianópolis – SC.

Site oficial: innovationsummitbrasil.com.br

Programação: innovationsummitbrasil.com.br/programacao

Inscrições: Clique aqui

86 empresas conquistam visibilidade e conexões no maior programa de aceleração de startups da América Latina

São Paulo, julho de 2018 – Entre os dias 20 e 22 de julho, cerca 160 investidores, representantes de aceleradoras e executivos de grandes empresas, estiveram presentes no Bootcamp Nacional e Demoday InovAtiva Brasil 2019.1, realizado na Escola de Negócios do Sebrae, em São Paulo, para conhecer e se conectar com os negócios mais inovadores do país.

Nos dois primeiros dias, as 86 startups participantes receberam mentorias, participaram de palestras, fizeram networking e apresentaram seus pitchs para mentores especializados, recebendo feedbacks e sugestões de melhores. Tudo isso serviu de preparação para o Demoday, realizado no último dia, em que essas empresas tiveram a oportunidade de mostrar suas soluções a maior banca de investidores do país.

“Mudamos o formato do programa para que as startups que chegassem aqui já estivessem maduras e vendendo. Nesse primeiro ciclo de 2019, foram 732 projetos inscritos, 122 selecionados e fechamos esta edição com 86 empresas se apresentando para uma banca com mais investidores do que startups”, afirma Igor Nazareth, Subsecretário de Inovação do Ministério da Economia.

As empresas foram divididas em seis bancas de acordo com o seu ramo de atuação. Elas tiveram cinco minutos para apresentar seus pitchs e mais três minutos para responder as perguntas dos avaliadores. Ao final, foram escolhidas duas startups de cada banca como destaques do programa:

  • Banca 1: Educação, Indústria e Setor Financeiro – OrçaFascio, software de orçamento de obras do Amapá e Smart-Tech Controle e Automação, empresa do Paraná focada no desenvolvimento de produtos para a indústria;
  • Banca 2: Sistemas de Gestão – Meu Crediário, plataforma SaaS de gestão, análise de crédito e cobrança para varejistas alocada em Santa Catarina e MOB, solução de São Paulo para coleta e análise de dados online;
  • Banca 3: Entretenimento, Comunicações, Marketing e Mídia – LeadFinder, plataforma do Paraná que conecta empresas e seus prospects e Widgrid, plataforma para construção ágil e diagramação de múltiplos sites de qualquer porte no mesmo ambiente situada em São Paulo;
  • Banca 4: Saúde, Agronegócio e Energia – Cycor Cibernética, startup de saúde localizada no Paraná que desenvolve tecnologias para reabilitação com foco industrial e Prevention Adam Robo, empresa do Paraná que criou um aparelho e hardware que descobre problemas visuais refrativos em apenas cinco minutos;
  • Banca 5: Serviços de Logística, Comércio Eletrônico e Marketplace – Cheap2ship, plataforma de Santa Catarina que centraliza todas as cotações de frete em um único lugar e Prepi, startup de Pernambuco que oferece um serviço de e-commerce atrelado ao Instagram;
  • Banca 6: Cyber Security, IoT, Inteligência Artificial, Big Data e Chatbot – NoLeak Segurança da Informação, plataforma de autenticação contínua para evitar fraudes online com sede em São Paulo e Previsiown, plataforma digital do Rio de Janeiro desenvolvida para a coleta e análise de dados de veículos automotores.

De acordo com Michele de Souza, CEO da Cycor Cibernética, startup destaque na Banca 4, todo o processo do InovAtiva Brasil foi extremamente enriquecedor. “Nos dois primeiros dias de evento, conseguimos atingir o objetivo que queríamos, que era encontrar um parceiro para nos ajudar a resolver um problema de regulamentação com a Anvisa a respeito da licença do nosso equipamento. Então, ganhar o reconhecimento de destaque no programa foi muito além das minhas expectativas. Só tenho a agradecer ao InovAtiva”, comenta Michele.

Próxima edição

As empresas interessadas na próxima edição podem se inscrever no site do programa até o dia 29 de julho. Para participar é necessário que a startup esteja no estágio de operação ou tração e desenvolva soluções inovadoras e tecnológicas. Serão selecionados até 130 negócios, que receberão mentorias gratuitas e se conectarão aos maiores players de empreendedorismo do Brasil.

Sobre o InovAtiva Brasil

O InovAtiva Brasil é um programa gratuito de conexão e aceleração de negócios inovadores de qualquer setor e região do Brasil, realizado pelo Ministério da Economia e pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), com execução da Fundação Centros de Referência em Tecnologias Inovadoras (CERTI). O programa oferece mentorias, visibilidade às startups e conexão com investidores, grandes empresas e parceiros. Entre 2013 e 2018, mais de 2000 startups participaram do programa e cerca de 930 delas chegaram à fase de apresentar suas startups em bancas presenciais com investidores.

InovAtiva Brasil promove workshop em evento da Central Única das Favelas

O Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC) irá patrocinar o Favela On, maratona gratuita de tecnologia voltada para moradores de favelas, organizado pela Central Única das Favelas (CUFA), nos dias 14 e 15 de janeiro, no Rio de Janeiro (RJ).

A expectativa é que ao longo de dois dias mais de 1200 pessoas participem. O evento busca promover a capacitação profissional e o empreendedorismo voltados ao setor de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) para moradores das comunidades carentes do Rio de Janeiro, principalmente os mais jovens.

Além do patrocínio e apoio ao evento, o MDIC irá coordenar o workshop “Como criar uma startup em duas horas”, ministrado pelo Secretário de Inovação e Novos Negócios, Marcos Vinícius de Souza. Na dinâmica, também participam mentores do InovAtiva Brasil, programa de aceleração de startups realizado pelo Ministério e Sebrae.

“Esse evento será muito importante para apresentar à comunidade da periferia, principalmente aos jovens, conhecimento sobre como empreender, criar o seu próprio negócio com menos risco e maior capacidade de gerar lucro. Além disso, a iniciativa faz parte do InovAtiva de Impacto, novo braço do InovAtiva Brasil, destinado a acelerar startups de impacto social ou ambiental. Certamente, os novos negócios inovadores que poderão ser criados por esses jovens terão grande impacto para a inclusão social nas favelas”, destacou Souza. As 80 vagas para esse workshop já foram preenchidas.

O Sebrae/RJ e o Facebook, que também apoiam o evento, promoverão outras atividades e oficinas sobre empreendedorismo e programação e desenvolvimento em TIC.

Outra frente de atuação será na área de qualificação profissional. Durante e após o evento, o MDIC e a CUFA irão captar interessados em fazer novos cursos do Pronatec. “O principal objetivo do evento é despertar o interesse por programação e pelo setor de TIC. Essa é uma área com grande demanda, que paga bons salários e permite que os jovens comecem a trabalhar após um período curto de capacitação, muitas vezes sem necessidade de uma graduação. A partir disso, e da demanda de mão de obra mapeada em grandes empresas do setor, poderemos oferecer os cursos do Pronatec sob medida para fazer essa conexão direta e, dessa forma, garantir a colocação desses jovens em ótima posição no mercado de trabalho”, completa Souza.

Serviço: Favela On

Data: 14 e 15 de janeiro

Horário: a partir das 10h

Local: Espaço CUFA-Madureira

Programação e inscrições gratuitas no site: http://www.favelaon.com.br/

inovativa@inovativabrasil.com.br