Posts

InovAtiva Brasil realiza Demoday online “InovAtiva Conecta: Covid-19”

Buscando conectar startups healthtech que possuem soluções inovadoras para combater o novo coronavírus com instituições – públicas e privadas – envolvidas no enfrentamento à crise, na última quarta-feira (1º/04), o InovAtiva Brasil e a ABstartups realizaram o primeiro Demoday online “InovAtiva Conecta: Covid-19”.
O evento transmitiu ao vivo o pitch de 10 startups – Hilab, Testfy, eLoopz, FullDNA, Carefy, ePHealth, dev4us, Mindify, Triágil e Talent Academy.
As empresas foram selecionadas pela ABstartups a partir de quatro eixos de tecnologia sugeridos pela equipe técnica do Ministério da Saúde: tecnologias, métodos e soluções para testes rápidos; tecnologias para monitoramento de indivíduos infectados; atendimento remoto, telemedicina e telepsicologia; e promoção da saúde em quarentena.
Cada startup teve até três minutos para apresentar sua solução por meio de vídeos previamente gravados. Do outro lado da tela, estavam grandes empresas e potenciais investidores, além de representantes de órgãos como os Ministérios da Economia, Saúde, Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, BNDES, Embrapii, ABDI e Sebrae.
Assim que as apresentações se encerraram, os espectadores fizeram comentários e perguntas, que foram respondidas em tempo real.
O próximo demoday será realizado no dia 9 de abril, às 15h.
Para saber mais, acesse: http://www.inovativabrasil.com.br/coronavirus/
A importância dos Demoday
Muitas startups participam de programas de aceleração para alavancar seus negócios, obter suporte, realizar treinamentos e até mesmo conquistar investimento financeiro. Durante este processo, os empreendedores recebem mentorias e, ao final do programa, participam do Demoday, evento que marca o encerramento do ciclo de aceleração.
Nesta ocasião, os empreendedores têm a oportunidade de apresentar seu negócio, explicando seus produtos ou serviços, diferencial da startup, seu público alvo e o que precisa para a empresa continuar a evoluir. Este momento, chamado de pitch, é de extrema importância para o startupeiro, pois ele será assistido por investidores, representantes de grandes empresas e potenciais parceiros que podem oferecer o que ele necessita.
O tempo de apresentação geralmente é curto, então os expositores devem ser sucintos, fornecer as informações mais importantes sobre a sua startup, expor seu problema e, claro, se fazer entender. Além disso, ele deve estar preparado para as perguntas que os espectadores farão após o pitch.
Veja aqui dicas para montar seu pitch: http://conteudos.inovativabrasil.com.br/cursos-ebooks-gratuitos

Destaque InovAtiva: projeto da Easythings garante o bem-estar de quem sofre com a hipoglicimia

Tranquilidade para quem convive com a hipoglicemia. É isso que a EasyThings, startup que desenvolve e comercializa soluções que facilitam o dia-a-dia das pessoas, promete. Para garantir esse bem-estar de pacientes que sofrem com a doença, a empresa criou o EasyGlic, aparelho similar a um smartwatch que detecta reduções repentinas nos níveis de glicose no sistema sanguíneo e alerta o usuário sobre possíveis sinais desse estado de saúde.

Ficou curioso para saber mais sobre essa tecnologia? Nós também! Por isso, entrevistamos Egmar Rocha, CEO da empresa. Veja abaixo o que ele nos contou:

1- Conte sobre a trajetória da sua empresa. Quando vocês começaram?

Ativa desde março de 2015, a EasyThings iniciou sua trajetória na Universidade de Brasília, onde ficou incubada até 2017. No ano seguinte, foi selecionada para compor o Parque Tecnológico de Brasília, onde está até o momento.

2- O que faz a EasyThings? Qual é o diferencial da startup?

A EasyThings tem sua filosofia em seu próprio nome, ou seja, a empresa foi criada para buscar soluções que facilitem o dia-a-dia das pessoas. Como primeiro produto, foi desenvolvido um bracelete, batizado de EasyGlic, capaz de monitorar e detectar alterações corporais compatíveis com crises de hipoglicemia. O dispositivo emite um alerta antes que a crise se instale e, em casos de emergência (perda de consciência), dispara um aviso remoto para contatos escolhidos pelo usuário.

Atualmente estamos trabalhando em parceria com a Universidade de Brasília no desenvolvimento de um dispositivo voltado à aceleração da cicatrização de úlceras provocadas pela diabetes.

3- Quantos clientes possui atualmente? Tem algum case de sucesso?

Realizamos uma pré-venda de 135 unidades do EasyGlic como ensaio, para testar alguns parâmetros da comercialização. Tivemos alguns problemas na produção, o que atrasou consideravelmente a entrega desses dois primeiros lotes. Esta situação estará normalizada em breve. Agora estamos com mais de 2.500 pessoas na fila de espera.

4- O que você almeja para o futuro da sua startup?

Vamos acrescentar uma nova funcionalidade ao EasyGlic: um detector de queda que trará maior agilidade para os alertas remotos. Além disso, em um futuro não muito distante, almejamos internacionalizar a empresa e colocar nossos produtos para comercialização em escala global.

5- Quando você participou do InovAtiva Brasil? O que isso agregou para a sua empresa?

Participamos no ciclo 2018.2. As mentorias foram muito bem aproveitadas e estamos utilizando muito do conhecimento repassado para a atualização do modelo de negócio.

6- Com que objetivo você se inscreveu no programa? Conseguiu atingi-lo?

O objetivo principal foi a obtenção de mais conhecimento por meio das mentorias e aconselhamentos, fazer contato e expor nossa solução para um maior número de pessoas. Esses quesitos foram facilmente atendidos com os profissionais de altíssima qualidade com quem conversamos. Além disso, conquistamos algo que nem esperávamos: ficar entre os 12 destaques dentre 82 startups.

7- Você já passou por outros programas de aceleração? Em caso positivo, o que você destaca do InovAtiva em relação aos demais?

Sim. De dezembro de 2016 a setembro de 2017 participamos do Creative Startups e de abril a junho de 2017 estivemos no COTIDIANO Aceleradora. O que destaco no InovAtiva é a qualidade e experiência dos mentores, além do alcance e divulgação alcançados.

inovativa@inovativabrasil.com.br