Posts

Festival Global de Inovação Social: como foi?

Com o objetivo de mostrar a importância do empreendedorismo de impacto para o mundo, no dia 14 de abril foi realizado o Festival Global de Inovação Social. Pela primeira vez no Hemisfério Sul, o evento de aprendizado internacional focado em Inovação Social estimulou o desenvolvimento do ecossistema de inovação e de economia digital por meio de uma grande rede centrada em inovação social.

Na data, cerca de mil pessoas oriundas de 37 países se reuniram no Impact Hub, em Florianópolis, para criar conexões globais e compreender melhor o avanço de uma agenda de empreendedorismo de impacto no planeta e as mudanças que tal iniciativa pode gerar.

Com 35 palestrantes nacionais e internacionais, a programação foi dividida em sete temas: inovação, liderança, sustentabilidade, empreendedorismo, transformação pessoal, igualdade de gênero e colaboração. Dentro desses, foi abordado o papel das redes sociais para motivar as novas gerações a serem agentes de mudança social; como incentivar os microempreendedores individuais a inovarem nos seus negócios e a buscarem o crescimento das suas empresas; os desafios no avanço dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS); entre outros.

Empreendedorismo de Impacto

Com o intuito de resolver problemas sociais e/ou ambientais ao mesmo tempo em que geram lucros e se desenvolvem como negócios sustentáveis, a quantidade de startups de impacto criadas no mundo teve um crescimento estrondoso nos últimos dez anos. Segundo levantamento do Sebrae, em parceria com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), hoje o Brasil conta com mais de 800 empresas de impacto.

Esses empreendimentos têm movimentado cerca de US$ 60 bilhões em nível global e registrado aumento aproximado de 7% ao ano, de acordo com pesquisa realizada pela Ande Brasil (Aspen Network of Development Entrepreneurs), uma rede de empreendedores de países em desenvolvimento.

Visando ajudar as empresas a se desenvolverem no mercado e conquistarem investidores, o InovAtiva de Impacto seleciona 40 startups com potencial para geração ou que tenham em sua constituição o impacto social ou ambiental. As inscrições para a próxima edição do programa começam no dia 29 de abril.

Para saber mais e fazer a sua inscrição, acesse: https://www.inovativabrasil.com.br/inovativa-de-impacto/

5 maiores dúvidas dos empreendedores na hora de inscrever sua startup no InovAtiva Brasil

O objetivo de um empreendedor iniciante é submeter seu projeto a um programa de aceleração e com isso, obter orientações para escalar a sua startup. Mas, na hora da inscrição em um Programa para startups, surgem diversas dúvidas, não é mesmo? Por isso, no post de hoje, iremos elencar alguns pontos de maiores dúvidas e auxiliá-lo na submissão correta do seu projeto. Vamos lá?

Validação: o primeiro passo é mostrar como você validou a ideia da sua startup. A validação está intimamente ligada com a proposta de valor e o mercado, mas abordaremos estes pontos na sequência. Primeiramente, é preciso traçar o perfil de quem irá comprar o seu produto e entender qual a dor real do seu cliente. Isso precisa ficar claro na sua inscrição: perfil do cliente e a solução para qual problema. Por isso, investigue e mapeie de maneira assertiva esses dois pontos. Também é importante você mostrar para o avaliador que seu produto já foi validado, seja com vendas aos primeiros clientes ou apenas a intenção de compra. Há ainda a importância de validar o modelo de receita. É preciso descobrir se o seu cliente está disposto a comprar seu produto ou serviço pelo valor que você oferece. Afinal, em negócios inovadores é muito comum não se ter informações suficientes sobre o mercado. Descreva neste ponto como você fez para validar seu negócio. Em alguns tipos de negócios as validações podem ser feitas utilizando entrevistas com potenciais clientes, ou outros stakeholder, assim se identifica o potencial de mercado da sua solução.

Proposta de Valor: em seguida, você deve mostrar em sua inscrição qual o valor você está trazendo para o grupo de clientes selecionado. Evidencie a relevância desse valor e quais outras alternativas de mercado entregam um valor semelhante, mas por que a sua startup se diferencia. Deixe claro como irá solucionar o problema do cliente, como irá funcionar sua solução – funcionalidades e preço.

Mercado: é importante deixar claro a dimensão do seu mercado. Ou seja, qual o tamanho da oportunidade? Demonstre se é rentável, considerando as pessoas que você quer que utilizem seu produto ou serviço, a concorrência, localidade, distribuição e canais de venda.

Equipe: a inscrição deve conter um minicurrículo de cada membro. Aqui, evidencie o que cada um agregará e porque são fundamentais na equipe. É importante que o avaliador perceba que o time da startup tem as habilidades necessárias para fazer o negócio funcionar. Se a sua startup depende de alguma tecnologia ou conhecimento específico é preciso ter alguém na equipe que tenha este conhecimento, pois depender de fornecedores pode ser arriscado em longo prazo.

Apresentação da Empresa: aqui é interessante trazer imagens, vídeos que apresentem o tom de voz da empresa, o objetivo, como funciona a solução, quem são os membros e outras informações relevantes que forneça uma visão geral e estratégica de sua startup.

O programa InovAtiva Brasil é a maior aceleradora de startup do Brasil, e certamente poderá acelerar sua startup. Lembre-se que o prazo para inscrição inicia dia 12 de junho de 2017. Caso ainda tenha dúvidas, assista nossa live onde iremos solucioná-las, uma por uma.

inovativa@inovativabrasil.com.br