Posts

Como captar recursos para sua ideia?

Após alguns anos trabalhando em Inovação e empreendedorismo , esta dúvida é uma das mais frequentes e em geral tema de grande interesse das startups. Neste mês, a Ebanx, startup de processamento de pagamentos, após receber investimento do fundo americano FTV Capital, passou a valer mais de 1 bilhão de dólares, entrando para a lista de unicórnios brasileiros, junto a Nubank, Gympass, 99 ou Ifood e se tornando a primeira unicórnio do Sul do país!

Outro case paranaense Destaque InovAtiva Brasil em 2019, é a startup Cycor Cibernética, que participou da Edição especial do Programa Shark Tank Brasil do canal Sony, e pela primeira vez na história do Programa conseguiu investimento dos cinco Sharks.

Ambos cases merecem destaques porque por trás destas startups existem grandes Empreendedores, pessoas que conseguiram driblar muitas barreiras para executarem e resolverem com sucesso os principais desafios no dia a dia. Então gostaria de compartilhar com vocês algumas dicas.

Os investidores utilizam algumas métricas chaves como tese de investimento: 1) qual estágio de desenvolvimento do produto, 2) perfil da equipe, 3)barreiras de entrada do produto no mercado e 4)potencial de crescimento.

Desta forma, como pré-requisitos para captação de recursos, é muito importante ter um pitch pronto para apresentar a investidores, atualizado e com informações sobre descrição do negócio (faturamento, custo e lucro líquido), produtos e serviços, mercado e concorrência, investimento, estratégia comercial e de marketing, projeções financeiras, mensuração de impacto e equipe.

Não existem fórmulas mágicas sobre o perfil de uma empresa adequada para receber investimentos, mas em geral, ter uma equipe multidisciplinar, ou seja, um sócio que saiba fazer (especialista na tecnologia ) e outro que saiba vender já é um grande diferencial.

Algumas plataformas coletivas de investimentos de crowdfunding, ou equity crowdfunding podem ajudar sua empresa a captar recurso organicamente na internet.

Mas para decidir entre diferentes fontes de investimento, tais como, investidores anjos, venture capital, recursos governamentais, não tenha vergonha e busque apoio de empreendedores com mais experiência ou especialistas em captação de recursos para que eles possam apresentar as diferentes fontes vigentes e te ajude a encontrar a melhor de acordo com seu perfil de negócios e o que você precisa.

Neste momento, é importante estar aberto a feedbacks tão valiosos quanto a informação sobre o investimento.

Há vários tipos de investimentos e estudos, um deles é o Mapa do Ecossistema de Investidores de Startups no Brasil, fundado pelo time da MSW Capital / Fundo BR Startups, JUPTER, curado e validado por ativa comunidade de investidores Anjos e VCs que compartilho com vocês.

Em geral, melhor do que receber investimento é ter o produto vendido, é ter dinheiro no bolso, então na hora de decidir por investimento, é preciso saber qual smart money envolvido, ou seja, sua rede de contatos, que pode fazer grande diferença na fase de crescimento da empresa!

 

Priscila Tie Assahida Moreira

Líder de Comunidade Inovativa do Paraná

A busca de oportunidade de novos negócios

Como criar um caminho de perenidade adaptativa em sua empresa?

* Por Wanderlei Passarella, presidente da Synchron Participações – Mentor do Programa InovAtiva Brasil

O que torna uma empresa longeva? Sei que esta pergunta pode parecer sem sentido para quem está iniciando um novo empreendimento, tal como uma start-up. Mas, para as organizações que passaram dos cinco anos (faixa limite para mudar de categoria: de “iniciante” para “consolidada”) desenvolver novos negócios é questão de sobrevivência. Mais ainda, é um pré-requisito para o que chamamos de “perenização adaptativa”, a capacidade de se moldar às transformações do mercado e, por isso, conseguir trilhar uma via de perenidade.

Com as constantes mudanças, cada vez mais rápidas, nos mercados e nas tecnologias, quem se consolidou uma vez precisa muitas vezes se reinventar. Não dá para sentar sobre os louros conquistados. Como diz uma sábia marca oral: “é preciso ir em frente, porque atrás vem gente”.

Desenvolver novos negócios não pode ser algo errático ou deixado à sorte. É preciso um processo sistemático e estruturado. Investir nisso é um passo estratégico importantíssimo, infelizmente desconsiderado por mais de 95% das empresas que passaram dos seus cinco anos de vida.

Se a sua empresa tiver passado dessa marca, pense seriamente em começar a preparar o futuro. Comece por avaliar o seu nicho de oportunidades ou as áreas afeitas às competências centrais de seus negócios atuais. Veja a figura abaixo:

img1

Descubra quais são as fontes de oportunidades que se relacionam ao seu nicho, ou seja, onde você pode consultar para descobrir suas primeiras ideias de oportunidades (o laboratório de P&D do seu fornecedor, uma empresa de patentes, os técnicos de seus clientes etc).

Identificadas essas primeiras ideias, é preciso que elas passem pelo crivo de um processo de seleção ajustado pelos parâmetros norteadores de sua empresa, tais como faturamento mínimo, nível de investimento, taxa de retorno, fit estratégico com a visão de longo prazo da empresa etc. Isso irá compor um funil, tal como o ilustrado na figura abaixo:

04_Figura2

Agora desenvolva as oportunidades que foram selecionadas e, para isso, utilize as capacitações de sua empresa. Separe o joio do trigo através de observações de protótipos. Veja aquilo que pode ser implantado particularmente bem, melhor do que seus concorrentes ou do que já existe no mercado. Aja e execute o que foi escolhido ao final.

Quer estudar mais profundamente a questão? Então leia um de nossos livros – “Fábrica de ideias, Banco de Oportunidades”, Ed. Saraiva, ou “Criando seu Próprio Negócio: como desenvolver o potencial empreendedor”, Ed. Sebrae. Ou, ainda, entre em contato pelo e-mail w.passarella@synchron.net.br. Bons novos negócios!

inovativa@inovativabrasil.com.br