Posts

Prêmio Nacional de Inovação garante visibilidade e recursos para empresas mais inovadoras

Com o intuito de incentivar e reconhecer os negócios inovadores que existem no Brasil, o Prêmio Nacional de Inovação está com as inscrições abertas para a Edição 2016/2017. Empresas de diversas áreas podem submeter projetos e produtos inovadores para avaliação e os vencedores vão dividir R$ 900 mil pré-aprovados no Edital SENAI SESI de Inovação e receber curso de educação executiva.

As startups participantes do Programa InovAtiva Brasil devem ficar atentas aos prazos e enviar seus projetos para avaliação até 15 de janeiro de 2017. Segundo Marcos Vinícius de Souza, secretário de Inovação e Novos Negócios do MDIC, os selecionados do InovAtiva possuem grande potencial para competirem no Prêmio. “Todos os anos conhecemos empreendimentos incríveis com força para se destacarem não só no Brasil, mas no exterior também. Por este motivo, acredito que seja uma oportunidade interessante que todos concorram, no intuito de aumentar a visibilidade das startups e garantir os recursos do Edital SENAI”, destaca Souza.

Realizado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) e pelo Sebrae desde 2011, o Prêmio subiu de 427 inscrições no ano de estreia para 2,2 mil inscritos na última edição. Para Gianna Sagazio, diretora de Inovação da CNI, isso prova que o estímulo à inovação no país só tende a crescer. ‘‘Queremos incentivar e reconhecer o mérito de empresas brasileiras que investem e apostam na inovação como uma estratégia de competitividade’’, comenta.
O presidente do Sebrae, Guilherme Afif Domingos, celebra o prêmio como um incentivo ao surgimento de pequenos negócios inovadores com alto potencial de impacto na economia. ‘‘Temos um interesse crescente em incentivar a criatividade dos pequenos negócios, pois eles serão cada vez mais o motor que conduz a inovação no país’’, afirma.

A quinta edição traz novidades no regulamento. Os vencedores serão divididos em quatro modalidades: micro e pequenas empresas atendidas pelo Programa Agentes Locais de Inovação (ALI); micro e pequenas empresas; médias empresas; e grandes empresas. A premiação se dará nas categorias gestão da inovação e inovação, sendo que essa será dividida em quatro subcategorias: produto, processo, organizacional e marketing.

Diferentemente de edições anteriores, não será necessário inscrever um projeto específico para cada categoria. A empresa pode se inscrever uma única vez e será avaliada como um todo, podendo ser selecionada em mais de uma categoria ou subcategoria. No entanto, é preciso que as inovações desenvolvidas tenham ocorrido, no máximo, nos últimos dois anos e estejam implantadas no momento da inscrição. O prêmio é voltado para a indústria, exceto no caso das micro e pequenas empresas atendidas pelo ALI, que podem ser também dos setores de comércio ou serviço. Os vencedores serão conhecidos no Congresso Brasileiro de Inovação, em junho de 2017.

Mais informações: www.premiodeinovacao.com.br.

*Com informações da Agência Sebrae

inovativa@inovativabrasil.com.br